10 equívocos sobre o meio ambiente

10 equívocos sobre o meio ambiente

Em resposta, utilize o nosso forums

Orgânico é melhor para a saúde? O papel que dizima as florestas. Os OGMs são prejudiciais ao meio ambiente? Não tão fácil…

1) Papel dizimando a floresta

FALSO A indústria papeleira utiliza apenas subprodutos florestais para a sua produção: (sobras de serrarias, galhos, copas, etc.). Na França, os móveis e as embalagens absorvem mais da metade das madeiras nobres serradas, e o setor de construção é responsável por 60% do uso da madeira macia serrada. Nos países tropicais, as florestas são as primeiras vítimas da agricultura (80% das causas do desmatamento), pecuária e pressão demográfica. A cada ano, o equivalente à área da Espanha desaparece, por exemplo, na Amazônia brasileira. O Sudeste Asiático e a África também são áreas superexploradas.

Saiba mais sobre a reciclagem de papel e papelão

2) Água engarrafada é mais ecológica

FALSO Água engarrafada não faz bem à saúde (algumas águas até têm um conteúdo mineral não recomendado para o consumo diário). Também traz consequências significativas para o meio ambiente: aumento do consumo de matéria-prima e energia para a fabricação de garrafas, embalagens, envase e transporte para entrega nas lojas. Finalmente, as garrafas de plástico geram 135 toneladas de resíduos por ano na França.

Leia mais sobre embalagens

3) O buraco na camada de ozônio é causado pelos gases do efeito estufa

FALSO Na verdade, não se trata de um "buraco", mas de uma queda na concentração de ozônio na atmosfera, principalmente nas regiões polares. Esse afinamento se deve aos clorofluorcarbonos (CFCs), amplamente utilizados na fabricação de geladeiras, condicionadores de ar ou mesmo solventes. Em contraste, os CFCs não são gases de efeito estufa. Estes são, portanto, dois fenômenos muito distintos

Leia também:  O derretimento do gelo

energia renovável vai substituir o petróleo

Verdadeiro e falso. Diante da escassez de petróleo e do aquecimento global, teremos que desenvolver fontes de energia que não emitam gases de efeito estufa. Ao mesmo tempo, será necessário praticamente dobrar a produção de energia no mundo nos próximos 50 anos. Saber que hoje 80% da nossa energia provém de petróleo, gás e carvão, as energias renováveis ​​(eólica, solar, etc.) darão um contributo valioso mas inevitavelmente parcial devido à sua baixa produtividade. Para fornecer a enorme quantidade de eletricidade necessária, é difícil imaginar como viver sem a energia nuclear, que não emite gases de efeito estufa. Graças a novos tipos de reatores, as reservas de urânio permitiriam atender às necessidades mundiais de eletricidade por vários séculos. Depois disso, é uma questão de escolha política ...

Óleo é o único responsável pelo efeito estufa

FALSO O Protocolo de Kyoto designou os gases responsáveis ​​pelo efeito estufa: vapor d'água, dióxido de carbono ou CO2, metano, óxido nitroso, hidrofluorocarbonos, perfluorocarbonos e hexafluoreto de enxofre. Embora o CO2 seja responsável por mais de 50% do aumento de todos os gases de efeito estufa, o metano é importante porque sua capacidade de retenção de calor é 21 vezes maior. Uma grande quantidade de metano na atmosfera vem da pecuária, campos de arroz e aterros sanitários.

Saiba mais sobre o efeito estufa

Leia também:  Tsunami na Ásia

OGM são perigosas para a saúde

VERDADEIRO e FALSO Nenhum estudo mostrou qualquer efeito dos OGM (organismos geneticamente modificados) na saúde e permanecemos bastante no escuro. Os OGMs são o resultado de transferências de genes, que ocorrem naturalmente no cruzamento de espécies clássicas. O principal risco é que tenham um efeito alergênico. Outro risco: os OGM resistentes a herbicidas e fungicidas também serão mais carregados com essas substâncias, pois são abundantemente irrigados. Por outro lado, os OGM resistentes a insetos ou parasitas podem ser melhores para a saúde do que as plantas convencionais, uma vez que haveria menos necessidade de recorrer a pesticidas. Por outro lado, alguns pesquisadores estão trabalhando em OGMs enriquecidos com vitaminas ou contendo uma vacina destinada a países em desenvolvimento.

OGMs são prejudiciais ao meio ambiente

VERDADEIRO e FALSO O principal risco dos OGM é a sua disseminação para as culturas vizinhas. Este risco varia de acordo com as plantas e seu modo de reprodução. Por outro lado, devemos distinguir vários tipos de OGM: a soja transgênica resistente a herbicidas levará ao aumento da poluição do solo, pois mais produtos serão usados. Por outro lado, outras pesquisas provavelmente reduzirão a poluição: por exemplo, plantas resistentes a insetos. Devemos citar também as pesquisas do INRA para a produção de árvores sem lignina, fibra cuja eliminação na fabricação de papel é muito poluente.

A agricultura orgânica é melhor para sua saúde

FALSO Aviso: alimentos orgânicos não devem ser confundidos com alimentos dietéticos: alimentos orgânicos não vão fazer você perder peso! Por outro lado, não apresenta nenhum benefício importante para a saúde; estudos demonstraram até que havia concentrações anormalmente altas de micotoxinas em maçãs de agricultura orgânica, o que não é permitido o uso de fungicidas (a periculosidade, entretanto, não está comprovada, mas é necessária saiba que os produtos orgânicos duram menos e menos bem do que os produtos tradicionais). Por outro lado, a agricultura orgânica, que não utiliza fertilizantes, contribui para a preservação do solo e das águas subterrâneas. Resumindo, compre orgânico para o meio ambiente e não para sua saúde.

Leia também:  riscos extração de gás de xisto, ambientais e de saúde

biodegradáveis ​​sacos plásticos de supermercado são uma boa solução

FALSE Nos últimos anos, os supermercados vêm oferecendo sacolas biodegradáveis. Se estes últimos são de fato menos poluentes, pois são produzidos a partir do milho ou da batata, não constituem uma solução sustentável. Primeiro, eles são mais pesados ​​do que os materiais tradicionais, causando aumento da poluição durante o transporte. Mais importante, encorajar os consumidores a usar produtos descartáveis ​​certamente não é uma política sustentável.

A indústria é a principal causa de poluição

VERDADEIRO e FALSO Claro que os fabricantes são os primeiros poluidores, mas não podemos esquecer que a sua produção se destina aos consumidores. E que, no final do dia, é uma história clássica de oferta e demanda. Cada francês é, portanto, indiretamente “responsável” por 3 toneladas de resíduos industriais por ano. Por outro lado, o transporte é, por exemplo, o primeiro emissor de gases de efeito estufa. Moral: vamos nos perguntar mais sobre nosso comportamento de compra e nosso dia a dia.

1 comentário sobre “10 equívocos sobre o meio ambiente”

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *