A carta Francês

A Carta Ambiental de 2004 tem a seguinte redação:

"O povo francês,

"Considerando,

“Que os recursos naturais e os equilíbrios condicionaram o surgimento da humanidade;

“Que o futuro e a própria existência da humanidade são inseparáveis ​​de seu ambiente natural;

“Que o meio ambiente é uma herança comum dos seres humanos;

“Que o homem exerça uma influência crescente nas condições de vida e em sua própria evolução;

“Que a diversidade biológica, o desenvolvimento da pessoa e o progresso das sociedades humanas são afetados por certos modos de consumo ou produção e pela exploração excessiva dos recursos naturais;

“Que a preservação do meio ambiente deve ser buscada da mesma maneira que os outros interesses fundamentais da nação;

“Para garantir o desenvolvimento sustentável, as escolhas destinadas a atender às necessidades do presente não devem comprometer a capacidade das gerações futuras e de outros povos de atender às suas próprias necessidades;

Leia também: Problema de energia atual

"Proclama:

"Art. 1. - Todo mundo tem o direito de viver em um ambiente equilibrado que respeite a saúde.

"Art. 2. - Todo mundo tem o dever de participar na preservação e melhoria do meio ambiente.

"Art. 3. - Toda pessoa deve, nas condições definidas por lei, impedir os danos que possa causar ao meio ambiente ou, na sua falta, limitar as conseqüências.

"Art. 4. - Todos devem contribuir para reparar os danos que causam ao meio ambiente, nas condições definidas por lei.

"Art. 5. - Quando a ocorrência de dano, embora incerto no estado do conhecimento científico, possa afetar séria e irreversivelmente o meio ambiente, as autoridades públicas, aplicando o princípio da precaução e em suas áreas de responsabilidade, atribuições, a implementação de procedimentos de avaliação de riscos e a adoção de medidas provisórias e proporcionadas, a fim de evitar a ocorrência de danos.

Leia também: Roll sem óleo, entrevista em vídeo Pierre Langlois

"Art. 6. - As políticas públicas devem promover o desenvolvimento sustentável. Para isso, conciliam a proteção e a melhoria do meio ambiente, o desenvolvimento econômico e o progresso social.

"Art. 7. - Todo mundo tem o direito, nas condições e dentro dos limites definidos por lei, de acessar informações relativas ao meio ambiente mantidas pelas autoridades públicas e de participar do desenvolvimento de decisões públicas que afetem meio ambiente.

"Art. 8. - A educação e a capacitação ambiental devem contribuir para o exercício dos direitos e deveres definidos nesta Carta.

"Art. 9. - A pesquisa e a inovação devem contribuir para a preservação e valorização do meio ambiente.

"Art. 10. - Esta Carta inspira a ação europeia e internacional da França. "

De acordo com: http://www.assemblee-nationale.fr/

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *