Citroën: um carro que diz Parar e Iniciar a poluição

A PSA apresentou um veículo equipado com um sistema que desliga automaticamente o motor quando está parado e reduziria as emissões de CO10 em 2%.

Jean-Martin Folz já falava sobre isso há meses, ele revelou na terça-feira. Duas semanas antes do Paris Motor Show, o CEO da PSA Peugeot Citroën apresentou o sistema “Stop and start”. Desenvolvido pelo fabricante do equipamento Valeo, esse dispositivo elétrico desliga automaticamente o motor de um veículo parado para reiniciá-lo quando o motorista tira o pé do freio. Esse sistema pode reduzir o consumo de combustível na cidade em 10% e até 15% nos congestionamentos, promete o PSA. E para reduzir as emissões de CO2 em conformidade.

Antes do Citroën C2, então o Peugeot 1007, assumir (PSA tem como alvo 50.000 veículos equipados em 2006), é uma série especial do C3, comercializada em novembro, que se torna o primeiro carro pequeno francês equipado com o "Pare e comece". Mas outros veículos já estão equipados com um dispositivo semelhante. Em particular o Toyota Prius híbrido, também equipado com um motor que pára nos engarrafamentos, mas que tem a vantagem adicional de funcionar, a baixa velocidade, com electricidade.

Leia também:  Ecologia da Europa, a maré verde para os europeus!

O C3 “Stop and start” terá “quase o mesmo preço ou até um pouco menos caro do que um modelo equivalente integrando todas as opções”, explicou Folz. O clássico C3 Sensodrive, que emite em média 143 g de CO2 por km, custa, no entanto, hoje menos 550 euros do que a versão “Stop and start” (135 g de CO2).

“É espetacular”, entusiasmou o ministro da Ecologia, Serge Lepeltier, que não perdeu a oportunidade de confirmar a sua intenção de lançar um bonus-malus destinado a penalizar os veículos mais poluentes. E quem "espera que os franceses aproveitem" o "Pare e comece". Em 2003, eles compraram menos de 10.000 carros “limpos” dos 2 milhões de novos veículos comprados na França.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *