Clima? Cada vez pior ...

"2004 foi um dos quatro anos mais quentes da história do planeta desde que foram feitas as gravações de temperatura, ou seja, desde 1861".

"O diário argentino Clarín" relatórios sobre o relatório da Organização Meteorológica Mundial (OMM) apresentado na quarta-feira, 15 de dezembro de 2004 em Buenos Aires.

Nada reconfortante, acreditar neste organismo que depende das Nações Unidas. "Secas prolongadas, ondas de calor, aumento do número de furacões no Atlântico Norte, primeiro furacão já observado no Atlântico Sul ... Esses são os eventos climáticos mais significativos deste ano de 2004", resume Clarín.

“A temperatura média mundial em 2004 é 0,44 ° C superior à temperatura de 14 ° C medida no período 1961-1990. Outubro foi o mês mais quente já registrado no mundo ... "Os especialistas não se preocupam apenas com suas medidas físicas e químicas, como a dramática diminuição da calota de gelo do Ártico ou dramas ecológicos, como os incêndios no Alasca, que atingiram proporções sem precedentes.

Leia também: Montagem sufoca pequena turbina eólica

Eles observam que essas variações climáticas têm acima de tudo um "custo humano". “As secas prolongadas em Moçambique, Lesoto, Quênia ou em outros lugares obviamente têm consequências para a agricultura. No Quênia, onde chove cada vez menos, a produção de alimentos em 2004 foi 40% menor do que em 2003. As inundações na Índia, Nepal e Bangladesh mataram pelo menos 1 pessoas e deixaram milhões de pessoas. pessoas na miséria ainda piores do que antes. Na China, deslizamentos de terra ligados às inundações causaram mais de 800 mortes. O furacão Jane matou 1 haitianos e outros furacões mataram mais de 000 pessoas no Caribe e nas Filipinas ...

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *