Bioquímica Definições e glossário HZ

Termos químicos no contexto do estudo do processo petroleico de Laigret. Definições de Thierry Saint Germès, 30 de novembro de 2008.
definições Bioquímica de A a G
Baixe a versão .pdf dessas definições

H

halogênio: (Gr. Hals, halos, sal, e Gennan, chumbo) Nome dado por Berzelius ao cloro família-metais (flúor, cloro, bromo, iodo), que podem formar sais com metais.

óleo: Produto de origem mineral, animal ou vegetal, fluido à temperatura normal e constituído, no primeiro caso, por hidrocarbonetos pesados, nos dois últimos, por uma mistura de glicéridos mistos.

hidrocarbonetos: Sinônimo de carboneto de hidrogênio.

hidrólise: Reação do tipo ácido-base entre a água e outro corpo. Os sais de um ácido ou base fraco sofrem uma hidrólise limitada em contato com a água, que libera o ácido e a base correspondentes.

hidróxido de: Combinação de água e um óxido. (Os hidróxidos têm uma fórmula constitutiva que contém um metal [ou um radical em seu lugar] unidos a um ou mais hidroxilos -OH; portanto, hidróxido de sódio NaOH e cal Ca (OH) 2.

hidroxila: Radical univalente -OH, que ocorre na água, hidróxidos, oxácidos, álcoois, etc.

I

iodo: (gr. iodo, violeta) O elemento químico 53, de massa atômica I = 126,9045, foi descoberto por Courtois em 1811. Trata-se de um sólido cinza-preto, no estado metálico, cristalizado em flocos ortorrômbicos de odor. irritante.

iodeto de: Combinação de iodo com um corpo simples ou composto.

iões de hidrogénio: Átomo de hidrogênio tendo perdido seu elétron e reduzido a seu próton. As propriedades dos ácidos na solução aquosa são devidas à presença de seus íons.

L

láctico: Disse um álcool ácido CH3-CHOH-CO2H, encontrado no soro de leite, em um grande número de plantas, em vários órgãos animais, etc.

lipase: (gr. lipos, gordura). Enzima que hidrolisa ésteres de ácidos graxos de alto peso molecular.

lipólise: Destruição de gordura.

Leia também: Oil Laigret: definições léxico e bioquímicos

lugol: solução de iodo forte para 1 por cento do códice.

M

marinating: Operação de saída de um corpo em um líquido num recipiente aberto, para extrair as partes que são solúveis.

Manne: Nome comum para várias formações comestíveis e doces, de consistência em pó, que aparecem rapidamente em locais áridos. (O maná geralmente é exsudação produzida por plantas lenhosas em resposta à picada de um inseto homóptero.

medidor de pressão: (do grego manos, esparsos e métrons, medida). Aparelho para medir a pressão de um fluido.

metano: CH4 de primeiro termo de hidrocarbonetos saturados. (O metano é formado na decomposição de certos materiais orgânicos. Gases naturais, como o Lacq, contêm até 98% dele; o firedamp é uma mistura explosiva de metano e ar. É um gás odor fraco, densidade 0,55, liquefação a - 164 ° C. Não produz uma reação de adição e é usado para aquecimento industrial e para a preparação de hidrogênio.) Syn. Formeno, gás do pântano.

metilo: Radical univalente - CH3, que é derivado do álcool metílico por remoção do hidróxido.

metilo: (gr. methu, vinho) Refere-se a certos derivados do metano, entre outros álcool (álcool metílico ou metanol).

O

oleato: Sal ou éster do ácido oleico.

oxacid: Ácido cujo hidrogênio ativo pertence a um grupo hidroxil -OH.

óxido: (de gr. oxus, ácido) Corpo resultante da união de oxigênio com um elemento químico ou um radical.

O monóxido de carbono: O CO foi descoberto por Priestley. É um gás incolor e inodoro, difícil de liquefazer. Queima dando dióxido de carbono ou CO2.

Leia também: Óleo Biológico Laigret: Resumo do seu trabalho

P

peptídeo: Composto natural ou sintético, formado pela união de um número limitado de aminoácidos, a ligação sendo efetuada pela perda de água entre o grupo amino de uma molécula e o grupo carboxila da molécula vizinha (ligação peptídica).

peptona: Polipeptídeo resultante da hidrólise parcial de uma proteína por uma enzima.

polipeptídeo: Bioquímica. Proteína formada por vários aminoácidos, sendo o grupo carboxil de um ligado ao grupo amino do outro.

de potássio: O potássio é o elemento químico 19, com massa atômica K = 39,1 (kalium). É um sólido macio com uma ruptura brilhante, mas que mancha imediatamente no ar por oxidação.

propiônico: (gr. prôtos, premier e piôn, gras) Disse o ácido CH3CH2CO2H, maior homólogo do ácido acético e dos compostos que estão ligados a ele.

proteid: estrutura de proteínas nome genérico de mais complexo do que os polipéptidos.

protide: Substâncias nitrogenadas orgânicas que constituem seres vivos e formadas, pelo menos em parte, por uma condensação de aminoácidos da fórmula geral R_CHNH2_CO_OH. (O grupo de proteínas inclui peptídeos e proteínas.)

R

radical: Grupo de átomos cuja existência é considerada dentro de uma molécula química porque manifesta certa individualidade nas reações.

S

salifica�o Produção de sal.

saponificação: Transformação de gordura em sabão. Por extensão. Hidrólise de ésteres, amidas, nitrilos, etc. (A saponificação real é o corte dos ésteres por uma quantidade de álcalis suficiente para salificar todo o ácido assim liberado ao mesmo tempo que o álcool; é uma reação rápida e total.). Índice de saponificação, índice que expressa em miligramas de potássio (KPH) absorvido por 1 g de uma substância gordurosa, o conteúdo deste corpo em compostos saponificáveis. (Este índice constitui uma das características essenciais das gorduras naturais ou sintéticas.)

Leia também: O bacilo de Perfringens na origem do petróleo

fissão: Multiplicação de um ser vivo por fragmentação direta não seguida de crescimento. A cisão é oposta à brotação ou separação de pequenos fragmentos chamados para crescer e se diferenciar. Nos seres cissíparos, cada fragmento destacado é tão grande e diferenciado quanto a estirpe restante.

sal: Nome genérico dos compostos químicos resultantes da ação de um ácido em uma base.

sílica: (lat. flint, silisis). Óxido de silício SiO2, encontrado em muitos minerais.

de silício: Metalóide análogo ao carbono, entrando em um grande número de minerais (sílica, silicatos), formando assim 28% da crosta terrestre.

de sódio: Metal alcalino amplamente utilizado na natureza, especialmente na forma de cloreto. Descoberto em 1807 por Davy, o sódio é o elemento químico n ° 11, com massa atômica Na = 23,0. É um sólido branco macio, que oxida rapidamente no ar e é preservado em óleo de vaselina. É muito oxidável e redutor, e decompõe a água quando fria.

refrigerante: Hidróxido de sódio NaOH. O soda CaO NaOH é um sólido branco, derretendo a 320 ° C, muito solúvel em água. É uma base forte com muitos usos.

esteárico: Disse um ácido CH3 (CH2) 16CO2H, contido em substâncias gordas na forma de glicerídeo (estearina)

sulfato de: Sal ou éter do ácido sulfúrico H2SO4.

T

buffer: Sistema tampão (Bioquímica), nome dado a uma solução em que a concentração de íons hidrogênio (pH) não é significativamente modificada pela introdução de uma base ou ácido forte.

lábil: Disse uma substância que é destruída a uma temperatura mais alta ou mais baixa (como vitamina D a 120 ° C, por exemplo).

U

Univalente ou monovalente: Que tem uma valência química igual a um.

V

Valencia: Capacidade de combinar um elemento químico com um ou mais átomos de hidrogênio.

definições Bioquímica de A a G

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *