Pesquisadores de Bielefeld desenvolvem algas produtoras de hidrogênio

O grupo de trabalho do Sr. Olaf Kruse, da Faculdade de Biologia da Universidade de Bielefeld, chegou em cooperação com um grupo de trabalho do Instituto de Biociência Molecular da Universidade de Brisbane. (Austrália) para desenvolver uma alga geneticamente modificada, mutante da alga verde Chlamydomonas reinhardtii, com excelente capacidade de produção de hidrogênio.

Este processo de desenvolvimento de hidrogênio, que também foi patenteado recentemente (Patente nº WO 2005003024), permite que a alga, em condições ideais, produza até 13 vezes mais hidrogênio.
Com base nessas taxas aumentadas de produção de hidrogênio, Stm6 -tel é o nome da alga mutante- oferece condições notáveis ​​para realizar no futuro uma biotecnologia que permita produzir "Bio-hidrogênio" a partir do. luz solar com a ajuda de microorganismos.

Mais esforços ainda estão sendo feitos nos laboratórios de Brisbane e Bielefeld para aumentar ainda mais as taxas de produção de hidrogênio nas algas por meio de intervenções genéticas moleculares.

Leia também:  Economia: de uma certa prosperidade a uma austeridade progressiva

A construção dos primeiros protótipos de biorreatores em cooperação com biotecnologistas está planejada novamente este ano.

Contatos:
- Olaf Kruse, Faculdade de Biologia da Universidade de Bielefeld - tel: +49
521 106 5611, e-mail: olaf.kruse@uni-bielefeld.de
Fontes: Depeche idw, Comunicado à Imprensa da Universidade de Bielefeld,
05/09/2005
Editor: Nicolas Condette, nicolas.condette@diplomatie.gouv.fr

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *