Os pesquisadores reproduzem a síntese inorgânica de um hidrocarboneto

E se os hidrocarbonetos não se originassem apenas de uma lenta transformação da matéria orgânica, mas também de processos inorgânicos? Essa questão central para a gestão humana dos recursos energéticos poderá em breve ser respondida graças ao trabalho de uma equipe liderada por Henry Scott, da Universidade de Indiana. No Laboratório de Geofísica da Carnegie Institution (Washington, DC), os pesquisadores reconstruíram com sucesso as condições que podem gerar metano no subsolo a partir de elementos inorgânicos.

Para isso, colocaram água, óxido de ferro (FeO) e calcita (CaCO3) em uma bigorna de diamante, um dispositivo para estudar materiais em pressões muito altas. Eles descobriram que a pressões equivalentes às prevalecentes cerca de 20 metros abaixo da superfície da terra e uma temperatura ideal de 000 ° C, os átomos de hidrogênio na água combinam-se com os átomos de carbono na calcita para formar metano. Os cientistas agora planejam fazer experiências com a produção de hidrocarbonetos mais complexos (etano ou butano) em pressões ainda mais altas.

Leia também:  Projeto Moonlite: reduzindo o impacto ambiental dos bitcoins

Fonte: NYT 14 / 09 / 04 (Petróleo Da Deterioração? Talvez não, diz estudo)

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *