Emmanuel Giboulot no tribunal: a obrigação da poluição por agrotóxicos?

E. Giboulot é um viticultor biológico que se recusou a utilizar um pesticida que considera perigoso para a saúde e o ambiente, no dia 24 de fevereiro foi intimado ao tribunal penal com pena de 6 meses de prisão e 30 mil euros bem !!

Toda agricultura “racional” pode, portanto, ser condenada pela jurisprudência ... por “não poluição”!


O caso é explicado em detalhes pelo autor, mesmo aqui com um pedido de assinatura

Declaração de apoio a Emmanuel Giboulot

Caro Emmanuel Giboulot

Você pode contar com nosso apoio inabalável na provação pela qual está passando.

Considero que, pelo contexto, é um absurdo que hoje seja convocado para o tribunal penal.

É por isso que quero que você saiba que há centenas de milhares de nós apoiando você e incentivando aqueles ao nosso redor a fazerem o mesmo.

Permita-me desejar que você e sua família superem esta provação com serenidade. Orgulhe-se do bom exemplo que você está dando para todos os agricultores na França - orgânico ou convencional - e para todos os cidadãos, e de sua atitude responsável diante das ameaças que as abelhas enfrentam hoje.

Leia também:  O aquecimento global: um limiar de não cruzar

É nossa total convicção e espero que as milhares de cartas de apoio como as minhas que recebe lhe proporcionem o conforto que merece. Isso é a última coisa em um país que tem esse patrimônio ambiental a proteger, mas onde a biodiversidade está seriamente ameaçada.

solidariedade,

debate sobre forums: o caso Emmanuel Giboulot será a jurisprudência?

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *