transporte elétrico: carros, bicicletas, transporte público, aviões ...Carro elétrico: limites físicos e saldo global

Carros, ônibus, bicicletas, aviões elétricos: todo o transporte elétrico que existe. Conversão, motores e acionamentos elétricos para o transporte ...
moinsdewatt
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 4669
Inscrição: 28/09/09, 17:35
Localização: Isére
x 477

pela moinsdewatt » 30/07/12, 13:24

toto65 escreveu: .....
2- o custo de manutenção do carro elétrico estimado em zero
parece-me muito pouco.

Philippe, sobre o que você duvida? o custo anual?


Mudança de bateria após quantos km?
0 x

Avatar de l'utilisateur
Philippe Schutt
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 1575
Inscrição: 25/12/05, 18:03
Localização: Alsácia
x 18

pela Philippe Schutt » 31/07/12, 07:55

da coluna F você adiciona somas fixas; portanto, se variarmos a milhagem anual, isso não altera o custo.
na coluna C, certos custos são contados muitas vezes.
0 x
Avatar de l'utilisateur
toto65
boa Éconologue!
boa Éconologue!
mensagens: 490
Inscrição: 30/11/06, 20:01

pela toto65 » 31/07/12, 17:11

Mudança de bateria após quantos km?

Após 200 km ou 000 anos

Ok Philippe, bem visto, vou corrigir.
0 x
bambu
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 1534
Inscrição: 19/03/07, 14:46
Localização: Breizh

pela bambu » 06/08/12, 11:16

Citro escreveu:1 / Confirmo minha pré-reserva da MIA

Olá Citro,

Gostaria de re-navegar neste tópico e vi que você queria reservar o MIA (em 2011, eu acho).
Você fez isso E então, você recebeu? A priori, sim, porque agora é aparentemente produzido.

Pela minha parte, tentei um ÍON e fiquei absolutamente surpreso com as repetições.
Eu sabia que o torque de um motor elétrico era muito bom, mas achei que 90 km / h as acelerações seriam muito limitadas. Bem, de fato, de jeito nenhum! Isso não é problema para se misturar com o tráfego de uma faixa rápida! (já que era o medo de muitas pessoas aqui).
0 x
Avatar de l'utilisateur
Eu Citro
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 5129
Inscrição: 08/03/06, 13:26
Localização: Bordeaux
x 9

pela Eu Citro » 14/08/12, 16:47

désolé Bambou, O MIA não está mais na agenda ...
E como Madame experimentou o íon, ela prefere.
Eu realmente gosto do íon, mas para nossos usos atuais, o MIA seria suficiente e mais eficiente.
Como nossos 2 componentes elétricos funcionam, no momento, não há necessidade de mudar.

E então o scoot'elec é um prazer assim que o tempo permite.

Desejo-lhe muita diversão em Ion (e entrega rápida).
Você fez bem em pular a promoção por menos de 11.000 € :P
0 x

bambu
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 1534
Inscrição: 19/03/07, 14:46
Localização: Breizh

pela bambu » 17/08/12, 20:58

Sim, entendo que você prefere continuar trabalhando com carros. Eu faço o mesmo!
Não tive o prazer de testar a mia, mas também teria sido suficiente. Só que seu preço se torna menos atraente que o íon 8)

Citro escreveu:désolé Bambou, O MIA não está mais na agenda ...
E como Madame experimentou o íon, ela prefere.
Eu realmente gosto do íon, mas para nossos usos atuais, o MIA seria suficiente e mais eficiente.
Como nossos 2 componentes elétricos funcionam, no momento, não há necessidade de mudar.

E então o scoot'elec é um prazer assim que o tempo permite.

Desejo-lhe muita diversão em Ion (e entrega rápida).
Você fez bem em pular a promoção por menos de 11.000 € :P
0 x
RIAZ
boa Éconologue!
boa Éconologue!
mensagens: 391
Inscrição: 04/10/08, 10:21
Localização: Cholet
x 2

pela RIAZ » 12/10/12, 11:42

Oi tudo,

Triste notícia ... para todos aqueles que não riem intensamente!

Melhor lugar é relatado para ter chumbo na asa. É isso que é chegar atrasado para uma guerra ...
Está aqui: http://www.moteurnature.com/actu/uneactu.php?news_id=26680
0 x
Em termos de futuro, não é de prever, mas para habilitá-lo (Antoine de Saint Exupery)
Avatar de l'utilisateur
Did67
mediador
mediador
mensagens: 18579
Inscrição: 20/01/08, 16:34
Localização: Alsácia
x 8075

pela Did67 » 12/10/12, 15:54

O artigo ainda é um pouco maluco em certos aspectos:

- é óbvio que, neste caso (troca de pilhas), a solução não é comprar várias pilhas, mas alugar apenas uma

- a bateria se torna como as garrafas de leite do passado: fazemos uma garrafa vazia, a estação a recarrega, você sai com outra cheia ... Você não se importa se a garrafa estiver arranhada, amassada ...

- Parece que li que a bateria do ZOE (que é alugada) é "plug and play" (intercambiável muito rapidamente; portanto, aparentemente, tecnicamente, podemos portanto fazer, ao contrário do que o artigo sugere) .

Dito isto, não tenho opinião sobre o Better Place. É apenas um ou outro ponto de vista deste artigo que me surpreende ...

E não estou dizendo que configurar esse sistema seja fácil. Mesmo que, novamente, "fábricas custando milhões", isso parece surreal para mim. Supondo que seja padronizado, não vejo o que impediria uma espécie de "Norauto", com elevador. Você rola, clica / claca, nós soltamos, reclipamos, você vai para a caixa registradora! Uma espécie de McDrive da bateria. Milhões ??? Sim. Tanto quanto McDO. Isso atrapalhou o desenvolvimento do McDO ...

Não, isso me faz pensar em argumentos ruins daqueles que ainda vão chorar com o governo quando a gasolina aumentar !!!

A dificuldade: impor um padrão a todos os fabricantes antes que todos desenvolvam seus próprios. Mais uma vez, a Europa está atrasada e deve impor!
0 x
Avatar de l'utilisateur
Gaston
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 1909
Inscrição: 04/10/10, 11:37
x 85

pela Gaston » 12/10/12, 16:23

Did67 escreveu:O artigo ainda é um pouco maluco em certos aspectos:

- é óbvio que, neste caso (troca de pilhas), a solução não é comprar várias pilhas, mas alugar apenas uma
O que o artigo significa é que, nesse caso, você precisa fabricar mais baterias que carros.

Did67 escreveu:- a bateria se torna como as garrafas de leite do passado: fazemos uma garrafa vazia, a estação a recarrega, você sai com outra cheia ...
Mas o tempo de enchimento não é o mesmo que para a garrafa de leite.
Para poder fornecer 1 garrafa por hora, se levar 8 horas para encher, você deve ter um estoque de garrafas.

Did67 escreveu:- Parece que li que a bateria do ZOE (que é alugada) é "plug and play" (intercambiável muito rapidamente; portanto, aparentemente, tecnicamente, podemos portanto fazer, ao contrário do que o artigo sugere) .
O artigo não diz que não se pode fazê-lo, mas se o faz, o conjunto veículo + bateria removível é mais pesado (portanto, tem uma autonomia menor) do que um veículo com bateria integrada.

Did67 escreveu:Mesmo que, novamente, "fábricas custando milhões", isso parece surreal para mim. Supondo que seja padronizado, não vejo o que impediria uma espécie de "Norauto", com elevador. Você rola, clica / claca, desamarramos, reclipamos, você vai para a caixa registradora!
A ideia do Better Place era essa, mas totalmente automatizada ... daí os milhões :?
0 x
RIAZ
boa Éconologue!
boa Éconologue!
mensagens: 391
Inscrição: 04/10/08, 10:21
Localização: Cholet
x 2

pela RIAZ » 13/10/12, 10:03

Did67 escreveu:- é óbvio que, neste caso (troca de pilhas), a solução não é comprar várias pilhas, mas alugar apenas uma


Esta evidência condena MELHOR LUGAR no campo ...

Esse sistema multiplica o número de baterias por um fator que eu não conheço, mas que é necessariamente pelo menos igual a 2 (2 baterias para um carro no momento da troca) e certamente muito maior para todo o fluxo logístico. Já que o custo da bateria pesa muito na compra ou no aluguel, isso não ajuda em nada ...
Quanto menor o tempo de recarga, menor a necessidade demarcante de baterias é importante, ... mas quanto mais caros os sistemas de carregamento! Quão difícil é ser moderno ...

Se no RH e de plano de negócios simples, da BP houve a comparação com as garrafas de leite, isso confirma que as pessoas que têm dinheiro, colocam em qualquer lugar. Reconhecemos que perdê-lo com a MADOFF não é muito mais inteligente e lembramos que uma garrafa de leite (mesmo orgânica) não pode fornecer 250 Amps a 200 Volts e carbonizar o atendente da bomba! É tolice ser carbonizado quando você aspira a ZE ....

Tudo isso é baseado na idéia, cuidadosamente mantida por lobbies de todas as faixas e seus diários, de que o problema dos VEs é a autonomia ...

De um modo mais geral, desde que o objetivo não seja oferecer um veículo acessível ao maior número (divisão do preço por 2 ou até 3), as infra-estruturas não poderão ser financiadas. Você precisa ver o rosto dos revendedores RENAULT que foram forçados, às suas custas, equipamento e treinamento para veículos elétricos que não estão se preparando para vender!

Somente os faraós podiam comprar pirâmides sozinhos ...

Os preços em queda não estão na agenda, fora das vendas de liquidação da PEUGEOT, à medida que os fabricantes se apegam, como mexilhões a seus bouchots, à idéia de um mercado com margens altas e eles vão morrer.
A experiência do naufrágio KODAK parece não servir a ninguém ...

Além disso, não se deve esquecer que a distribuição em massa de VEs revelaria as reais contradições dessa opção. Presumivelmente, eles são conhecidos nos andares superiores da sede dos fabricantes e nos corredores dos ministérios. Então, fingimos ser ativos para o futuro, fazendo no local.
Le no local ficou visível Porte de Versailles nos últimos dias: muito esperto, capaz de listar as grandes mudanças que notou entre o MONDIAL 2008 e o que terminará amanhã.
0 x
Em termos de futuro, não é de prever, mas para habilitá-lo (Antoine de Saint Exupery)


 


  • tópicos similares
    Respostas
    Visualizações
    mensagem dernier

Voltar ao "transporte de carga: carros, bicicletas, transporte público, aviões ..."

Quem está online?

Usuários navegando neste forum : Não há usuários registrados e convidados 4