injeção de água em motores: montagens e experimentosvapor dopado

Edições e alterações aos motores, experiências, descobertas e idéias.
Avatar de l'utilisateur
Flytox
mediador
mediador
mensagens: 13913
Inscrição: 13/02/07, 22:38
Localização: Bayonne
x 577

Re: Doping no vapor

não lu mensagempela Flytox » 22/10/19, 20:15

Bonhjour kistinie

kistinie escreveu: Em uma velocidade 807 2,2 HDI 5.
- Tratamento magnético de combustível
- Injeção de água por nebulização (cabeças ultrassônicas 2)
- Ionizador de entrada de ar
- Gerador de HHO com baixa amperagem, menor que 5A

Podemos dizer que não escolhemos a facilidade, misturamos o combustível magnético do "tratamento", a injeção de água por nebulização, a ionização do ar que entra e o gerador HHO .... quem faz o que existe nos resultados?
Você pode colocar fotos de como você junta tudo isso?

kistinie escreveu:O 4 tempera os pneus nas barras 3, as barras de tejadilho arquivadas.

Normalmente você tem que estar nas barras 2.3?
As barras 3 são demais, você tem a chance de bloquear as rodas com a primeira força de frenagem ou até transar com você em uma estrada um pouco podre ....
Além disso, você usará seus pneus na parte central em grande velocidade V ..... questão econômica ?????
Para aumentar a pressão dos pneus para diminuir sua consistência, está na barra adicional 0.2 e validando travagem e manuseio em uma estrada conhecida / desobstruída, na chuva, etc. Existem carros que se tornam realmente cruéis quando você encher demais.
Para a barra de tejadilho, normalmente é tudo de bom. 8)

kistinie escreveu:O resultado é:
5,7 L / 100 estabilizado em 100
6,3 L / 100 em partidas mistas incluídas na estrada.
6,7 L / 100 em condução rápida, aceleração consistentemente muito pesada

11 L / 100 com uma caravana de 8 1,6T metros entre 80 e 100. Nenhum esforço para economizar dinheiro. Carga muito forte quase o tempo todo.

Será interessante saber qual cons você deixa, caso contrário, não sabemos o que fazer com esses resultados.
1 x
A razão é a loucura do mais forte. A razão para o menos forte é loucura.
[Eugène Ionesco]
http://www.editions-harmattan.fr/index. ... te&no=4132

Avatar de l'utilisateur
Flytox
mediador
mediador
mensagens: 13913
Inscrição: 13/02/07, 22:38
Localização: Bayonne
x 577

Re: Doping no vapor

não lu mensagempela Flytox » 22/10/19, 20:23

kistinie escreveu:Para informações, o O tratamento magnético de combustível é usado em reatores de motores a jato. O ganho é da ordem de 8%. É modesto, mas como justificar não usá-lo, sabendo que o preço está próximo de nada, confiabilidade infinita e compatibilidade universal?


Você não terá um link, não encontrei o que pode ser esse sistema, em qual aeronave / motor etc ...
0 x
A razão é a loucura do mais forte. A razão para o menos forte é loucura.

[Eugène Ionesco]

http://www.editions-harmattan.fr/index. ... te&no=4132
kistinie
boa Éconologue!
boa Éconologue!
mensagens: 355
Inscrição: 16/11/09, 09:18

Re: Doping no vapor

não lu mensagempela kistinie » 07/11/19, 14:06

Barras 3, com pneus de qualidade, não com low-end. E para memória a vácuo, com assentos e cheio, um 807 é quase uma carga útil 1T9 500Kg, ou alta pressão. NB: Tenho alguns anos de condução no circuito, o que facilita o exercício em caso de escorregões. NB2: o excesso de inflação permite uma melhor evacuação da água e uma retomada do controle mais fácil no caso de aquaplanagem, mas também em um estol porque ocorre mais cedo e, portanto, mais fácil de recuperar. Em clima frio, reduzo o 300g para compensar a perda de aderência e o fato de a borracha ficar mais dura.

O melhor consumo misto da caixa 807 5 2.2HDI é o litro 7,5 8. 9 e mais quando o FAP é usado, 10 quando chega ao fim de sua vida útil.

Os ímãs são muito estúpidos, basta conectá-los aos tubos de combustível antes e / ou depois da bomba. Eu coloquei uma dúzia.

A injeção de água por nebulização e o plasma no ar que entra, é isso:
https://www.facebook.com/francois.bouqu ... 614&type=3

E um pouco de teoria: tratamento elétrico e magnético, consulte o capítulo 10
0 x
----------------------------------------------

Pense ato global local ...
et
Fazer o bem, que não é emmerdée!

-----------------------------------------------
Avatar de l'utilisateur
Christophe
mediador
mediador
mensagens: 54915
Inscrição: 10/02/03, 14:06
Localização: planeta Serre
x 1646

Re: Doping no vapor

não lu mensagempela Christophe » 07/11/19, 16:36

Flytox escreveu:Você não terá um link, não encontrei o que pode ser esse sistema, em qual aeronave / motor etc ...


+1

Por outro lado, a injeção de água pode ser vista claramente em (alguns motores) 747!
0 x
Ce forum ajudou você? Ajude-o também para que ele possa continuar ajudando os outros - VAMOS MELHORAR NOSSAS TROCAS NO FÓRUM - Publicar um artigo sobre Econologia e Google Notícias
kistinie
boa Éconologue!
boa Éconologue!
mensagens: 355
Inscrição: 16/11/09, 09:18

Re: Doping no vapor

não lu mensagempela kistinie » 07/11/19, 17:10

A injeção de água é uma opção básica para turbinas e motores industriais. Um clássico. Para tratamentos elétricos, magnéticos de combustível e plasma de combustão de reatores, é um segredo industrial. Muito difícil ter informação. Além disso, esse assunto é muito sensível, porque o consumo de combustível não aéreo é tributário. Não o reduzimos sem fornecer compensação tributária a montante. A nebulização ultrassônica que eu testei funciona muito bem no torque de condução da cidade com um poderoso motor de grande cilindrada e, portanto, também em baixa velocidade e velocidade razoável, ao contrário do Pantone, que exige uma carga alta para produzir o Steam.
0 x
----------------------------------------------



Pense ato global local ...

et

Fazer o bem, que não é emmerdée!



-----------------------------------------------

Avatar de l'utilisateur
gildas
Eu postei mensagens 500!
Eu postei mensagens 500!
mensagens: 598
Inscrição: 05/03/10, 23:59
x 57

Re: Doping no vapor

não lu mensagempela gildas » 08/11/19, 10:13

Bom Dia,

Obrigado por compartilhar! :)

No entanto, no doping com água, atenção aos regimes lentos e partidas a frio (se o doping ativar o motor quente).

Abaixo os resultados foram bons na conso e em alguns poluentes, mas não no HC:
https://www.econologie.com/presse-journal-autoplus/
0 x
Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 9323
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 239

Re: Doping no vapor

não lu mensagempela Janic » 08/11/19, 10:25

em contraste com o Pantone, que requer uma carga pesada para produzir vapor.
apenas uma precisão, o pantone não usa escoteiro, é o Gillier Pantone quem o faz. Então o atraso de vaporização está relacionado aos frascos usados ​​e é menos importante do que com o sistema de nível ou o sistema G +
0 x
"Nós fazemos ciência com fatos, como fazer uma casa com pedras: mas um acúmulo de fatos não é mais uma ciência do que uma pilha de pedras é uma casa" Henri Poincaré
Avatar de l'utilisateur
Flytox
mediador
mediador
mensagens: 13913
Inscrição: 13/02/07, 22:38
Localização: Bayonne
x 577

Re: Doping no vapor

não lu mensagempela Flytox » 09/11/19, 00:10

NB: Tenho alguns anos de condução no circuito, o que facilita o exercício em caso de escorregões. NB2: o excesso de inflação permite uma melhor evacuação da água e uma retomada do controle mais fácil no caso de aquaplanagem, mas também em uma barraca porque isso acontece mais cedoe, portanto, mais fácil de recuperar.

Você aumenta seu prazer de dirigir (pegar o carro) às custas do manuseio ..., todo mundo não tem sua experiência com o circuito, acho que esse conselho (muito para inflar demais) não é bom / perigoso para todos. :|

Para ler as Faces dos bouqueries, você deve se registrar : Cry: :mal: . Não, obrigado. Não podemos obter o conteúdo? : Mrgreen:

A injeção de água é uma opção básica para turbinas e motores industriais. Um clássico. Para tratamentos elétricos, magnéticos de combustível e plasma de combustão de reatores, é um segredo industrial. Muito difícil ter informação.

Nos anos 36 de motores aeronáuticos, tendo tido acesso aos planos completos de motores, com as peças produzidas / vendidas e discutido muito com os engenheiros desenvolvidos (banco de ensaios), nunca vi nenhum dispositivo elétrico / magnético especial para "trate" o combustível. Existem servomotores, eletro-válvulas, sensores de roda de som, etc ... cuja função é totalmente convencional / conhecida por realizar dosagens, medir a velocidade do gerador ou turbina livre etc ... O único truque " ambíguo "que eu conheço (para não especialistas) é o limite" magnético ". Montado principalmente nos circuitos de óleo e não nos circuitos de combustível, mas serve apenas como alerta, para coletar / avisar da presença de partículas de aço que anunciam uma possível quebra ou desgaste anormal de um órgão (rolamento, pinhão etc ...).
Se houver um combustível de "processamento" de eletro / magnetomaquin, acho que ele deve estar a montante (no navio-tanque), mas não em uma célula ou motor.


A nebulização ultrassônica que eu testei funciona muito bem no torque de condução da cidade com um poderoso motor de grande cilindrada e, portanto, também em baixa velocidade e velocidade razoável, ao contrário do Pantone, que exige uma carga alta para produzir o Steam.

Um Gillier Pantone, seguindo como é construído, também pode produzir vapor em velocidades relativamente baixas. Sua produção segue em algum lugar a carga do motor. Uma das dificuldades é produzir "bom vapor" em uma ampla faixa de velocidade / carga.
Mas, como você aponta, parece que a "eficiência" do "vapor" é mais para cargas pesadas.
Com um nebulizador, ligado ou desligado, para monitorar a carga do motor, deve-se controlar independentemente x nebulizadores?
0 x
A razão é a loucura do mais forte. A razão para o menos forte é loucura.

[Eugène Ionesco]

http://www.editions-harmattan.fr/index. ... te&no=4132
kistinie
boa Éconologue!
boa Éconologue!
mensagens: 355
Inscrição: 16/11/09, 09:18

Re: Doping no vapor

não lu mensagempela kistinie » 10/11/19, 10:18

Motores de aeronaves recentes não têm nada a ver com motores mais antigos. Por exemplo, eles usam filtros de vórtice e tratamento EM de combustível.

E, novamente, se não funcionasse, eu não teria sido capaz de obter declínios significativos em meus veículos. Meu Golf6 TDI2.0, apenas com tratamento magnético, estava em 5,1L / 100 em 130 e 4,2 em 80Km / h. Menos que os dados do fabricante do formulário de homologação.

Quanto à modulação da produção de vapor, com meus nebulizadores, não existe. O regulamento é exatamente o do alto deslocamento e do alto torque em baixa velocidade, que permite circular em baixa velocidade, com baixa carga, para mudar as velocidades para 1500Tr / mn.
0 x
----------------------------------------------



Pense ato global local ...

et

Fazer o bem, que não é emmerdée!



-----------------------------------------------
Avatar de l'utilisateur
GuyGadebois
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6531
Inscrição: 24/07/19, 17:58
Localização: 04
x 941

Re: Doping no vapor

não lu mensagempela GuyGadebois » 10/11/19, 12:38

kistinie escreveu:E, novamente, se não funcionasse, eu não teria sido capaz de obter declínios significativos em meus veículos. Meu Golf6 TDI2.0, apenas com tratamento magnético, estava em 5,1L / 100 em 130 e 4,2 em 80Km / h.

Ainda não sabemos do que se trata quando se fala em "tratamento magnético".
0 x
“É melhor mobilizar sua inteligência em besteiras do que mobilizar suas besteiras em coisas inteligentes. (J.Rouxel)
"Por definição, a causa é o produto do efeito". (Tryphion)
"360 / 000 / 0,5 são 100 milhões e não 72 milhões" (acidente vascular cerebral)




  • tópicos similares
    Respostas
    Visualizações
    mensagem dernier

Voltar a "injecção de água nos motores: a montagem e experimentação"

Quem está online?

Usuários navegando neste forum : Não há usuários registrados e convidados 12