Consumo sustentável: consumo responsável, dicas de dietaA carne na França e na produção mundial, conso ...

Consumo e dieta sustentável e responsável dicas diariamente para reduzir consumo de energia e água, resíduos ... Coma: preparações e receitas, encontrar comida, informação de conservação locais e sazonais saudável comida ...
Avatar de l'utilisateur
Christophe
mediador
mediador
mensagens: 48577
Inscrição: 10/02/03, 14:06
Localização: planeta Serre
x 642

A carne na França e na produção mundial, conso ...

não lu mensagempela Christophe » 14/02/11, 10:26

lembrete tópico (sem trocadilhos) sobre o consumo de carne.

Dois documentos sobre a produção pecuária e consumo de carne na França e no mundo. Este tipo de carne com comparativo entre países e evolução histórica:

a) O consumo de carne na França e histórico

b) Consumo e produção dos tipos de carne no mundo


documentos de síntese encontrados no tópico: surbouffe e junk food

ps: ver ou rever também a mochila-up-to-the-meat-in-the-supermercados-t4852.html
0 x
Ce forum ajudou você? Apoie o site fazendo uma pequena doação ou compartilhe suas melhores páginas em suas redes sociais. - Artigos, análises e downloads - Postar um artigo no Google Notícias

Avatar de l'utilisateur
sen-no-sen
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 5886
Inscrição: 11/06/09, 13:08
Localização: Alta Beaujolais.
x 298

Re: Carne na França e no mundo: produção, conso ...

não lu mensagempela sen-no-sen » 07/02/17, 18:50

Um interessante artigo de JM Jancovici esse lembrete, figura para apoiar que esta é em grande parte em nossos pratos que toca à luta contra o aquecimento global e, por extensão, a limitação do ecocídio.

Se 2016 ano foi o mais quente desde o início das leituras de temperatura (em 1860), não apenas o transporte, mais uma vez sob o fogo da notícia agora, que devemos esta resultado. Em todo o mundo, de transportes implica 15% de nossas emissões (6% para carros, 4% para caminhões e 2% cada para o ar e mar), o que é muito, mas não a maioria.
No resto, há uma grande peça que não é muitas vezes nas notícias: comer. Em um sentido amplo, é mais do que 30% do total!

https://jancovici.com/publications-et-co/articles-de-presse/ah-la-vache/


Imagem
Evolução do consumo de carne por pessoa na França (em kg por ano) em séculos 2.

Pode-se facilmente ver que este consumo 5 aumentou em dois séculosE mais ou menos segue a evolução do consumo de energia por pessoa.


Não é novamente a ligação clara entre a dissipação de energia e hábito alimentar ...
0 x
"Genius, por vezes, consiste em saber quando parar" Charles De Gaulle.
Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6810
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 114

Re: Carne na França e no mundo: produção, conso ...

não lu mensagempela Janic » 07/02/17, 19:30

o fator mais importante é a explosão demográfica eo aumento dos padrões de vida sem a qual consumo animal teria menos impacto.
0 x
"Nós fazemos ciência com fatos, como é uma casa com pedras, mas uma acumulação de fatos não é mais uma ciência do que um monte de pedras é uma casa" Henri Poincaré
"Ausência de evidência não é evidência de ausência" Exnihiloest
Avatar de l'utilisateur
sen-no-sen
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 5886
Inscrição: 11/06/09, 13:08
Localização: Alta Beaujolais.
x 298

Re: Carne na França e no mundo: produção, conso ...

não lu mensagempela sen-no-sen » 07/02/17, 19:41

Janic escreveu:o fator mais importante é a explosão demográfica eo aumento dos padrões de vida sem a qual consumo animal teria menos impacto.


Sim isso é um dado, mais diretamente relacionado com a dissipação de energia:

Imagem
Mudanças demográficas de 1650 para hoje ...


Imagem

Alterações no consumo de energia 1860 até hoje ...
0 x
"Genius, por vezes, consiste em saber quando parar" Charles De Gaulle.
Ahmed
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 7351
Inscrição: 25/02/08, 18:54
Localização: Borgonha
x 550

Re: Carne na França e no mundo: produção, conso ...

não lu mensagempela Ahmed » 07/02/17, 21:56

... Assim, se a curva da energia vem a cair (como uma curva de Gauss), a demografia vai seguir, mas será menos agradável do que a outra maneira ... : Roll:
0 x
"Não acredito que acima de tudo que eu te digo."

Avatar de l'utilisateur
sen-no-sen
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 5886
Inscrição: 11/06/09, 13:08
Localização: Alta Beaujolais.
x 298

Re: Carne na França e no mundo: produção, conso ...

não lu mensagempela sen-no-sen » 07/02/17, 22:45

Ahmed escreveu:... Assim, se a curva da energia vem a cair (como uma curva de Gauss), a demografia vai seguir, mas será menos agradável do que a outra maneira ... : Roll:


Vamos dizer que se esta queda é o resultado de um colapso sistémico deveria logicamente ter visto uma proliferação de conflitos, fomes e, portanto, uma redução da população, observou, no entanto, que, se fosse para continuar (em crescimento) da população mundial iria acabar de qualquer maneira por severamente reduzida por causa do ecocídio ....
Agora não há nenhuma razão para reverter a curva voluntariamente pela política de contenção eficaz, infelizmente, não há vontade política em tal sentido, o discurso atual inteira está focada em "continuação na pior" ...


A imagem da curva de Gauss é interessante no sentido de que se deve compreender a evolução como uma oscilação em torno de um ponto de equilíbrio *.
Tudo o que acontece em uma direção vai em outro, e tudo o que tem sido "vencido" (ou seja, o crescimento económico) é automaticamente perdeu mais tarde ou mais tarde.
Então, se os padrões de vida dos países industrializados aumenta, ele é necessariamente à custa da destruição de ecossistemas, ou outras nações.
Do mesmo modo o enriquecimento de uma classe social é à custa de outra etc ... há um tipo de geometria fractal que é incorporado em cada zona e que corresponde à evacuação de entropia.


* A política de desenvolvimento mais virtuoso consisterai se aproximar equilíbrio(Condição em que todas as influências que atuam são cancelados por outros, resultando em uma união estável, equilibrado ou imutável).
1 x
"Genius, por vezes, consiste em saber quando parar" Charles De Gaulle.
Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6810
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 114

Re: Carne na França e no mundo: produção, conso ...

não lu mensagempela Janic » 08/02/17, 09:18

Ahmed escreveu:
... Assim, se a curva da energia vem a cair (como uma curva de Gauss), a demografia vai seguir, mas será menos agradável do que a outra maneira
Sim e não! Certamente pode-se considerar um cenário catastrófico (não apocalíptica, além disso, o significado é diferente) como faz Sen no sen ou assistir a um outro cenário.
Com efeito, se a curva de energia vem a cair, pela falta, a explosão demográfica não é abrandado, da mesma forma (ou mesmo aumenta mais). A solução possível reside numa mudança na política agrícola mais orientada para o circuito de alimentos direto da fábrica para o consumidor, em vez de passar pela despesa intermédia e energia subprodutos animais, em seguida, tornar-se muito menos. Assim como um retorno "back" (aos olhos de alguns), mas, no entanto, necessário para evitar a violência desnecessária. Para a demografia das nossas regiões, a infertilidade está a aumentar cada vez mais e pode tornar-se um regulador inesperado. É menos claro para outras regiões "no desenvolvimento do processo" (sic), onde explode demografia como a África, apesar das campanhas apelido AIDS.
0 x
"Nós fazemos ciência com fatos, como é uma casa com pedras, mas uma acumulação de fatos não é mais uma ciência do que um monte de pedras é uma casa" Henri Poincaré
"Ausência de evidência não é evidência de ausência" Exnihiloest
Avatar de l'utilisateur
sen-no-sen
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 5886
Inscrição: 11/06/09, 13:08
Localização: Alta Beaujolais.
x 298

Re: Carne na França e no mundo: produção, conso ...

não lu mensagempela sen-no-sen » 08/02/17, 19:29

Janic escreveu:Com efeito, se a curva de energia vem a cair, pela falta, a explosão demográfica não é abrandado, da mesma forma (ou mesmo aumenta mais). A solução possível reside numa mudança na política agrícola mais orientada para o circuito de alimentos direto da fábrica para o consumidor, em vez de passar pela despesa intermédia e energia subprodutos animais, em seguida, tornar-se muito menos.


Não é provável que caíram em "falta" no sentido estrito.
O REC desempenhar um papel estabilizador na diminuição dos recursos fósseis, principalmente o petróleo, este é o verdadeiro desafio de "desenvolvimento sustentável"
Há ainda enormes reservas de carvão, e se ela não tem petróleo, isso não é problema operamos gás (incluindo o xisto) de metano do derretimento do permafrost e tório para operar usinas nucleares geração 4 (esperando pacientemente nas sombras a luz verde política), tudo polvilhado com REC.

Apenas um conflito em larga escala, por exemplo, o Médio Oriente, ou um desastre natural poderia levar a uma crise de energia, como foi o caso em 1973 e 1979.

Para a demografia das nossas regiões, a infertilidade está a aumentar cada vez mais e pode tornar-se um regulador inesperado.


Sim, mas a imigração em massa corrige esse pequeno contratempo ... : Roll: Como seria mesmo a falta de mão de obra explorável!

É menos claro para outras regiões "no desenvolvimento do processo" (sic), onde explode demografia como a África,


O caso do continente Africano é realmente de grande preocupação (entre outros!) Porque a única forma de conter a explosão da demografia seria aumentar o nível de educação, o que historicamente significa * industrializar seu país.
Excluindo inicialmente a medida não teria nenhum efeito real sobre a limitação do número de nascimentos devido à inércia (como foi o caso em países europeus).
Seria neste cenário, pelo menos 30 anos para ver uma diminuição da taxa de natalidade verdadeiramente significativo, o problema é que em tal caso a industrialização assim gerado só iria aumentar ecocídio ...


* A menos que você está criando uma nova forma de desenvolvimento, nós mesmos somos incapazes de entender aqui ... : Roll:
Não sonho do dia cantando, o prazo já passou, temos de nos preparar para o pior ...
O que é triste é ver, em primeiro lugar a complacência improcedente, tendo o outro pessimismo suicida, mas onde estão os realistas?
0 x
"Genius, por vezes, consiste em saber quando parar" Charles De Gaulle.
Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6810
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 114

Re: Carne na França e no mundo: produção, conso ...

não lu mensagempela Janic » 09/02/17, 08:19

Não é provável que caíram em "falta" no sentido estrito.

Me faltava precisão! Obviamente esta não é a matéria-prima que vai ser perdida, mas a relação entre seu uso e o aquecimento global ou poluição, por exemplo, incentiva seu uso restrito.
Apenas um conflito em larga escala, por exemplo, o Médio Oriente, ou um desastre natural poderia levar a uma crise de energia, como foi o caso em 1973 e 1979.

O incentivo a "todo eléctrico" [*] destina-se a torná-lo menos dependente dos combustíveis fósseis provenientes do exterior (de urânio reconhecidamente também vem), esta é uma catástrofe imprevisível poderia mudar isso.
Para a demografia das nossas regiões, a infertilidade está a aumentar cada vez mais e pode tornar-se um regulador inesperado.

Sim, mas a imigração em massa corrige esse pequeno contratempo como ... não deve mesmo ser a falta de mão de obra explorável!

Eu não tomar em consideração uma imigração que geralmente é limitada no tempo e os mesmos fenômenos se repetem nestas populações (modelo americano) adotaram os hábitos do país de acolhimento.
É menos claro para outras regiões "no desenvolvimento do processo" (sic), onde explode demografia como a África,

O caso do continente Africano é realmente de grande preocupação (entre outros!) Porque a única forma de conter a explosão da demografia seria aumentar o nível de educação, o que historicamente significa * industrializar seu país.

O problema da educação de acordo com o nosso modelo, sempre em detrimento das pessoas em causa (a explosão demográfica assusta no jogo equilíbrio sócio-político) como os índios americanos.
Excluindo inicialmente a medida não teria nenhum efeito real sobre a limitação do número de nascimentos devido à inércia (como foi o caso em países europeus).
Seria neste cenário, pelo menos 30 anos para ver uma diminuição da taxa de natalidade verdadeiramente significativo, o problema é que em tal caso a industrialização assim gerado só iria aumentar ecocídio ...

E mesmo muito mais tempo para alcançar as pessoas fora das grandes cidades e mudar sua cultura.
mas onde estão os realistas?

Mas somos nós, ele cai sob o óbvio !!! : Cheesy:

[*] De electricidade a partir de energia hidrelétrica poderia ser significativamente aumentada, mas a política nuclear inteira colocou no esquecimento.
0 x
"Nós fazemos ciência com fatos, como é uma casa com pedras, mas uma acumulação de fatos não é mais uma ciência do que um monte de pedras é uma casa" Henri Poincaré
"Ausência de evidência não é evidência de ausência" Exnihiloest
Avatar de l'utilisateur
Christophe
mediador
mediador
mensagens: 48577
Inscrição: 10/02/03, 14:06
Localização: planeta Serre
x 642

Re: Carne na França e no mundo: produção, conso ...

não lu mensagempela Christophe » 09/02/17, 14:33

Obrigado Sen-no-sen para este assunto estímulo que mostra que a dieta tem um impacto significativo sobre o meio ambiente (aqui nós já sabíamos, mas ainda merece ser re-dito).
0 x
Ce forum ajudou você? Apoie o site fazendo uma pequena doação ou compartilhe suas melhores páginas em suas redes sociais. - Artigos, análises e downloads - Postar um artigo no Google Notícias




  • tópicos similares
    Respostas
    Visualizações
    mensagem dernier

Voltar para "Consumo sustentável: consumo responsável, dicas de dieta e truques"

Quem está online?

Usuários navegando neste forum : Nenhum usuário registrado e convidado 1