O reparo da bateria do FairPhone 2 não é tão óbvio! :(

Consumo e dieta sustentável e responsável dicas diariamente para reduzir consumo de energia e água, resíduos ... Coma: preparações e receitas, encontrar comida, informação de conservação locais e sazonais saudável comida ...
cleanatom
Descobri econológico
Descobri econológico
mensagens: 1
Inscrição: 23/11/20, 12:52
x 2

O reparo da bateria do FairPhone 2 não é tão óbvio! :(

pela cleanatom » 23/11/20, 13:57

Olá, sou (novamente) novo no excelente site de Christophe. Vejo que as mensagens no Fairphone 2 são de muito tempo atrás. Só para relatar sobre este assunto, gostaria de dizer:
1) a ideia do designer holandês é absolutamente louvável, e desgostoso com a filosofia "pronto para jogar", comprei 2 Fairphones em 2017. Só que meu relato neste mês de novembro de 2020 dificilmente será válido, pois Moro no Brasil e a dificuldade de obter peças de reposição é grande, intransponível para as baterias.
2) a princípio, eles pareciam dar bons resultados, embora um dos 2 tenha sido doloroso desde o início para trabalhar com dados móveis, todas as definições de configuração, no entanto, idênticas.
3) depois de alguns meses, alguns bugs apareceram, algumas chaves não responderam a alguns dos aplicativos, etc. Só uma vez concordei em fazer a atualização do Fairphone, mas não tendo melhorado nada, não corri o risco de fazer nenhuma outra atualização (tendo em mente a memória amarga da Micro ... t em PCs com seu patch atualiza no patch que muitas vezes cria novos bugs e incompatibilidades). Certa vez, consultei o atendimento ao cliente da Fairphone por meio de seus forum, notar que o tempo de resposta foi longo e de resultados aleatórios, não insisti, colocando por conta de um serviço prestado por voluntários, não podemos esperar muito.
4) depois de pouco mais de um ano, as baterias começaram a perder muito de sua capacidade. Em agosto de 2019 comprei uma bateria reserva, aproveitando a viagem de uma amiga da minha filha ao Brasil. Como essa bateria do Fairphone é exclusiva, ela só se encontra em casa. E o envio pelo correio é muito aleatório, as baterias sendo consideradas bombas pelo correio brasileiro (vivi em 2010 com uma bateria de furadeiras, uma novela de 9 meses ... o vendedor representante da Bosch enfim me mandou uma segunda à minha filha que estava na Europa na época, a primeira tendo sido destruída no Brasil pelos serviços "competentes"). Esta terceira bateria nova acabou sendo pior do que as outras 2, falhando depois de alguns meses, caindo para zero em 3/2 hora.
5) nos últimos meses, esses Fairphones ficaram praticamente inutilizáveis, superaquecem, a tela fica preta durante uma ligação e o volume fica no mínimo sem poder ajustar, vários novos bugs, as baterias só podem ser recarregadas. por 1 único carregador antigo que fornece apenas 700 mA em sua saída. Outros a 800 mA e a fortiori 1 A e mais são "ignorados" por esses Fairphones em seu estado atual.
6) Tenho vergonha de fazer essa reportagem negativa no Fairphone, pois a ideia básica do fabricante é importante para combater o desperdício de obsolescência planejada, mas é claro que as baterias são de péssima qualidade. Pode-se, sem dúvida, "lutar" com esse laptop na Europa, onde os componentes são, sem dúvida, relativamente fáceis de obter (nenhuma experiência pessoal além da bateria), e onde o suporte para bugs de software deve ser correto, mas isso não é possível longe da Europa. André, também conhecido como cleanatom.
2 x

Avatar de l'utilisateur
Exnihiloest
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2600
Inscrição: 21/04/15, 17:57
x 179

Re: A obsolescência industrial, a história do engano

pela Exnihiloest » 23/11/20, 16:35

cleanatom escreveu:Olá, sou (novamente) novo no excelente site de Christophe. Vejo que as mensagens no Fairphone 2 são de muito tempo atrás. Só para relatar sobre este assunto, gostaria de dizer:
1) a ideia do designer holandês é absolutamente louvável, e desgostoso com a filosofia "pronto para jogar", comprei 2 Fairphones em 2017. Só que meu relato neste mês de novembro de 2020 dificilmente será válido, pois Moro no Brasil e a dificuldade de obter peças de reposição é grande, intransponível para as baterias.
2) a princípio, eles pareciam dar bons resultados, embora um dos 2 tenha sido doloroso desde o início para trabalhar com dados móveis, todas as definições de configuração, no entanto, idênticas.
3) depois de alguns meses, alguns bugs apareceram, algumas chaves não responderam a alguns dos aplicativos, etc. Só uma vez concordei em fazer a atualização do Fairphone, mas não tendo melhorado nada, não corri o risco de fazer nenhuma outra atualização (tendo em mente a memória amarga da Micro ... t em PCs com seu patch atualiza no patch que muitas vezes cria novos bugs e incompatibilidades). Certa vez, consultei o atendimento ao cliente da Fairphone por meio de seus forum, notar que o tempo de resposta foi longo e de resultados aleatórios, não insisti, colocando por conta de um serviço prestado por voluntários, não podemos esperar muito.
4) depois de pouco mais de um ano, as baterias começaram a perder muito de sua capacidade. Em agosto de 2019 comprei uma bateria reserva, aproveitando a viagem de uma amiga da minha filha ao Brasil. Como essa bateria do Fairphone é exclusiva, ela só se encontra em casa. E o envio pelo correio é muito aleatório, as baterias sendo consideradas bombas pelo correio brasileiro (vivi em 2010 com uma bateria de furadeiras, uma novela de 9 meses ... o vendedor representante da Bosch enfim me mandou uma segunda à minha filha que estava na Europa na época, a primeira tendo sido destruída no Brasil pelos serviços "competentes"). Esta terceira bateria nova acabou sendo pior do que as outras 2, falhando depois de alguns meses, caindo para zero em 3/2 hora.
5) nos últimos meses, esses Fairphones ficaram praticamente inutilizáveis, superaquecem, a tela fica preta durante uma ligação e o volume fica no mínimo sem poder ajustar, vários novos bugs, as baterias só podem ser recarregadas. por 1 único carregador antigo que fornece apenas 700 mA em sua saída. Outros a 800 mA e a fortiori 1 A e mais são "ignorados" por esses Fairphones em seu estado atual.
6) Tenho vergonha de fazer essa reportagem negativa no Fairphone, pois a ideia básica do fabricante é importante para combater o desperdício de obsolescência planejada, mas é claro que as baterias são de péssima qualidade. Pode-se, sem dúvida, "lutar" com esse laptop na Europa, onde os componentes são, sem dúvida, relativamente fáceis de obter (nenhuma experiência pessoal além da bateria), e onde o suporte para bugs de software deve ser correto, mas isso não é possível longe da Europa. André, também conhecido como cleanatom.


É muito informativo. É aqui que entendemos que ter boas intenções não é suficiente para fazer um produto ter sucesso, e também entendemos que os meios convencionais podem ser superiores aos produtos de boas intenções.
Como o princípio da obsolescência programada é “sei fazer mas saboto”, deveria caber aos políticos impor certas regras, por exemplo a exigência de pilhas amovíveis, ou mesmo exigir uma normalização. . Isso não seria pedir o impossível aos industriais, mas apenas exigir que parem de se comportar como bandidos. Quando se trata de constranger o cidadão comum, o político está sempre atrás. Mas quando se trata de organizar a economia e moderar os lados sujos do capitalismo, ou eles dão errado ou não os ouvimos mais.
1 x

Voltar para "Consumo sustentável: consumo responsável, dicas de dieta e truques"

Quem está online?

Usuários navegando neste forum : Não há usuários registrados e convidados 15