Economia de combustível graças à acetona?

Dicas, conselhos e dicas para diminuir o seu consumo, processos ou invenções como os motores convencionais: o motor Stirling, por exemplo. Patentes, melhorando a combustão: injeção de água tratamento de plasma, ionização do combustível ou oxidante.
Avatar de l'utilisateur
lenhador
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 4731
Inscrição: 07/11/05, 10:45
Localização: Mountain ... (Trièves)
x 1

pela lenhador » 10/08/08, 23:26

Vá para ver lá, dorénanvant:
Capt_Maloche escreveu:[..] O seguinte AQUI https://www.econologie.com/forums/voiture-di ... t5849.html
0 x
"Eu sou um grande bruta, mas eu raramente enganado ..."

France
Descobri econológico
Descobri econológico
mensagens: 6
Inscrição: 24/01/12, 21:14

pela France » 31/01/12, 01:00

Bom Dia,

Estou fazendo o 5.1L com meu MPI 1.2L Essence da 1996.

Reduzi minha consola 0.4L inflando demais os pneus nas barras 2.5.

E cerca de 0.1L com 2 pneus "Energy". Pretendo substituir os outros 2 uma vez usados.

Eu queria saber se eu poderia ver uma melhora com um pouco de acetona (60mL) para 43L. (Consumo menos no SP98, provavelmente porque 95 é menos energético por causa do etanol "bio" de 5%)

E se você tivesse outras dicas para consumir menos?

(Eu pretendo colocar um óleo de motor mais frio para limitar as perdas, fazendo uma boa promoção de óleo e espaçando o próximo óleo se a síntese de 100%)


PS: Rolo com muita calma nos primeiros quilômetros, mas quando o motor está quente (óleo e água), inicio o mais rápido possível a velocidade de cruzeiro, porque percebi que consumi menos assim. (jogando-me em silêncio sem sub-regime, etc ... eu consumo +)

Novo filtro de ar
Novo filtro de gasolina
Injetores e ignição OK (novas velas de ignição com vários eletrodos)

obrigado

:D
0 x
Avatar de l'utilisateur
Obamot
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 14444
Inscrição: 22/08/09, 22:38
Localização: regio genevesis
x 783

pela Obamot » 31/01/12, 05:16

É isso que a kipkay faz, um ás de soluções caseiras:
http://www.youtube.com/watch?v=UHAUsGlfbx8

Ele diz que é um conjunto de medidas que devem ser tomadas, ele explica o porquê. Ele sugeriu remover a roda sobressalente e substituí-la por uma bomba resistente a perfurações. Porque ele diz que não quebramos com frequência, por outro lado, arrastamos o tempo todo com essa roda pesando um certo peso, o que necessariamente aumenta o consumo, etc.

Um passo simples é agrupar todas as suas tarefas (nunca ir e voltar com um único objetivo, por exemplo, ir ao trabalho, é muito mais barato usar o transporte público ou sua bicicleta ... .)

Mas, na verdade, perguntei ao nosso químico, coloque acetona nesses motores antigos, melhore a carburação e, portanto, reduz o consumo. Nos motores de última geração que se tornaram extremamente nítidos, eu pediria para ver ...

Talvez seja melhor usar etanol, tendo previamente selecionado um veículo ANTERIOR (caso contrário, é provável que ele atire nas juntas e ferva o motor) ...

E as melhores economias são garantidas andando de bicicleta ou a pé ...
0 x
France
Descobri econológico
Descobri econológico
mensagens: 6
Inscrição: 24/01/12, 21:14

pela France » 31/01/12, 11:42

Olá,

Eu faço - 15000km por ano.

Se não a roda sobressalente, sim, por que não.

Mas o etanol, na verdade, não quero dizer, não sei se é mais limpo que a gasolina do petróleo no final. (fertilizante, alimentação para trator ...)
E não tenho combustível flexível, se a minha calculadora estiver totalmente carregada, o álcool é mal gerenciado e eu dirijo muito pobre: ​​pistões perfurados, como podemos ver exemplos na internet.
E no 2013 os subsídios podem ser removidos.

Caso contrário, no vídeo, fiz o mesmo: filtros, pressão dos pneus, logo óleo + fluido ... :ri muito:

obrigado
0 x
Avatar de l'utilisateur
Flytox
mediador
mediador
mensagens: 13930
Inscrição: 13/02/07, 22:38
Localização: Bayonne
x 582

pela Flytox » 31/01/12, 20:29

A França escreveu:Caso contrário, no vídeo, fiz o mesmo: filtros, pressão dos pneus, em breve óleo + fluido... :ri muito:


Com um óleo melhor (síntese), você não deve se enganar, você terá um pequeno ganho. Mas para outro óleo "mais rústico", você tem que cuidar para que o que você "ganha" em viscosidade em baixa temperatura (início de viagem curta) não perca em alta temperatura (rodovia, montanha etc ...). A síntese é superior nisso, a faixa de viscosidade utilizável é muito grande.

Em geral, a escolha do óleo é um compromisso, uso, desempenho, desgaste, consumo de óleo, calamina, etc ... e o que é recomendado a você não é estúpido ... e os erros são caros. ... : Mrgreen:
0 x
A razão é a loucura do mais forte. A razão para o menos forte é loucura.
[Eugène Ionesco]
http://www.editions-harmattan.fr/index. ... te&no=4132

Avatar de l'utilisateur
antoinet111
Grande Econologue
Grande Econologue
mensagens: 874
Inscrição: 19/02/06, 18:17
Localização: 29 - Landivisiau

pela antoinet111 » 31/01/12, 20:38

por exemplo, na minha bicicleta, normalmente é 10w30, eu rolo no 5w60, é o melhor dos melhores.
nível de desgaste, é isso, nível de cons, não sei, não sou economólogo no meu Gsx-R. : Mrgreen:


e em meus caixotes, eu colocava uma garrafa de acetona 50cl no meu diesel de tempos em tempos, o meu conso muda de fato em viagens longas.
0 x
Eu voto para a escrita de poste de concreto e praticidade.
Abaixo os locutores e ventiladores de teto!
Avatar de l'utilisateur
Flytox
mediador
mediador
mensagens: 13930
Inscrição: 13/02/07, 22:38
Localização: Bayonne
x 582

pela Flytox » 31/01/12, 21:54

A acetona ferve a 56 °. Quanto tempo ele pode permanecer em um tanque misturado com gasolina ou diesel antes de evaporar?
0 x
A razão é a loucura do mais forte. A razão para o menos forte é loucura.

[Eugène Ionesco]

http://www.editions-harmattan.fr/index. ... te&no=4132
Avatar de l'utilisateur
antoinet111
Grande Econologue
Grande Econologue
mensagens: 874
Inscrição: 19/02/06, 18:17
Localização: 29 - Landivisiau

pela antoinet111 » 31/01/12, 21:58

trinta segundos no máximo, é por isso que tenho melhores resultados trazendo a acetona antes do diesel, ele fermenta e acho que tenho menos perdas assim.
0 x
Eu voto para a escrita de poste de concreto e praticidade.

Abaixo os locutores e ventiladores de teto!
France
Descobri econológico
Descobri econológico
mensagens: 6
Inscrição: 24/01/12, 21:14

pela France » 31/01/12, 22:46

Meu motor aceita todos os óleos "normais".

Portanto, de 5Wyy para 15Wyy e de xxW30 para xxW50.

Depois que você está certo, está seguindo o uso.

Atualmente, tenho um semi-synth 10W40.

Estou pensando em recorrer ao 5W40 100% synth.

Eu também gostaria de colocar um óleo frio + fluido na minha caixa.
Um Castrol V FE 100% sintético, por exemplo. (mais fluido quando frio do que o Elfo original e quase equivalente a "quente").

Pode ser um jogo de roqueiro. Ela logo tem 200 000km e não consome uma gota de óleo.

Mas a acetona diluída no combustível evapora menos rapidamente, acho que apenas o que está em contato com a superfície evapora. Não?
0 x
Avatar de l'utilisateur
Obamot
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 14444
Inscrição: 22/08/09, 22:38
Localização: regio genevesis
x 783

pela Obamot » 01/02/12, 08:21

Tipo de óleo
principalmente NÃO MUDE de óleo em um motor com tantos Km e quase quinze anos!

Eu recomendo fortemente contra (como tinha sido fortemente desencorajado pelos professores de uma escola de mecânica ...).

Ele até me aconselhou a ficar barato com óleo mineral básico, mas para fazer mais trocas de óleo ... acabei optando pelo semi-sintético, com a aprovação do chefe de mecânica e a representação geral de a marca ... Ela não tinha muito Km ...

Mantenha o semi-sintético, faça com que um sintético de alta qualidade seja mais agressivo para algumas gaxetas do motor e possa dispará-los em casos adversos.

Portanto, mude a fluidez SE NECESSÁRIO, mas não digite.

Óleo e combustível

Nota interessante de um apaixonado, que faz veículos de colecionador

Pierre rotilom.com escreveu:Sobre a essência ...

Desde o desaparecimento do super chumbo, muitas coisas são ditas sobre o combustível adaptado aos nossos veículos antigos.

Existem tantas opiniões quanto colecionadores e todo mundo tem sua própria idéia sobre o assunto, mas não é necessariamente o melhor nem o mais preciso.

Sem substituir um aditivo de potássio que somos forçados a usar desde que as bombas desapareceram recentemente (em princípio, o ano 2003 seria o último ...), coletamos de um colecionador um truque que nos parece muito interessante reduzir o desgaste dos cilindros.

Isso consiste em adicionar gasolina 0,5% de óleo sintético (e não semi-sintético) pela hora do mecanismo 2. O risco de descamação é reduzido devido à natureza do óleo, que é resistente a temperaturas muito altas sem carbonização e à baixa taxa de gasolina.
Esta taxa ainda é suficiente para lubrificar as cabeças dos cilindros, especialmente durante partidas a frio. Também podemos pensar em um efeito benéfico na lateral das hastes das válvulas, mas talvez não seja suficiente para substituir o aditivo anti-recessão. Para este último, quando o motor funciona por muito tempo na mesma velocidade com o acelerador suficientemente pressionado (rodovia, por exemplo), a pressão nos cilindros não favorece a penetração de óleo do compartimento do balancim (isto para válvulas aéreas ) No passado, era recomendado "tirar o pé" de vez em quando para criar uma depressão nos cilindros e, assim, criar uma película de óleo nas hastes das válvulas. Por outro lado, forma-se um ligeiro depósito de gordura na linha de escape, que só pode atrasar a corrosão por condensações de ácido (viagens curtas que são prejudiciais ou arranques de cinco minutos em tempo frio devem ser evitados) . Como o tanque é levemente gorduroso, há menos corrosão por condensação (para retardar esse fenômeno, basta manter o tanque sempre cheio). A gasolina borrifada no carburador sendo levemente oleosa, lubrifica o eixo do acelerador.

Após quatro anos de teste (e quase dois litros de óleo CASTROL TTS ou TSX) em um motor de motocicleta CG125 Honda 4 ao longo do tempo, não percebemos nenhum coque no pistão ou na vela de ignição. O ano 2004 viu a generalização desse processo em toda a frota (veículos 6).

Também tenha cuidado com o novo combustível 95-E10 que está substituindo cada vez mais o SP95. Sob falsos pretextos de preservação do meio ambiente, ainda estamos adicionando 5% além de etanol (daí E10), o que pode levar a um mau funcionamento sério em nossos motores. Na verdade, o etanol pode causar problemas de corrosão e aumento do ataque de membranas de borracha e juntas de cortiça. Por outro lado, sendo o etanol menos energético que a gasolina, o consumo é aumentado e a riqueza da mistura é reduzida, o que leva a um superaquecimento do motor sem perceber barulho, porque o etanol aumenta o índice de octanagem. A única solução quando não temos escolha seria aumentar o tamanho dos aspersores, consumindo ainda mais!

Moralidade: a do SP98, mesmo para nossos carros modernos [Editar Obamota: quando apenas SP-E10 é oferecido na bomba].


Quanto ao etanol - que maluco, você está cansado mesmo que não tenha perguntado - e, como visto acima, para mim acabou para sempre ...
0 x


 


  • tópicos similares
    Respostas
    Visualizações
    mensagem dernier

Voltar para "Motores especiais, patentes, redução de consumo de combustível"

Quem está online?

Usuários navegando neste forum : Não há usuários registrados e convidados 23