O grão de areia na máquina (econômico) - Arte

Economia atual e Desenvolvimento Sustentável compatível? o crescimento do PIB (em todos os custos), o desenvolvimento económico, a inflação ... Como concillier a economia atual com o meio ambiente eo desenvolvimento sustentável.
eclectron
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2922
Inscrição: 21/06/16, 15:22
x 395

O grão de areia na máquina (econômico) - Arte




pela eclectron » 13/03/21, 19:38

“Em 10 anos seremos muito felizes se tudo for como em 2020”

"Se quiséssemos mudar algo, não estaríamos nem por onde começar, ao contrário do tempo
feudal onde se via de longe o vestido púrpura da classe dominante nos palácios. Sabíamos para onde ir com os garfos
para mudar algo. As pessoas hoje têm uma grande necessidade de mudança. Eles não sabem para onde ir com seus garfos "

Boa vista ....
1 x
Não importa.
Tentaremos as 3 postagens por dia no máximo

Avatar de l'utilisateur
Christophe
mediador
mediador
mensagens: 60541
Inscrição: 10/02/03, 14:06
Localização: planeta Serre
x 2680

Re: O grão de areia na máquina (econômico) - Arte




pela Christophe » 14/03/21, 09:34

Parece ótimo, mas não me atrevo a olhar!
0 x
eclectron
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2922
Inscrição: 21/06/16, 15:22
x 395

Re: O grão de areia na máquina (econômico) - Arte




pela eclectron » 14/03/21, 09:54

Eu não pensei que faria disso um assunto completo, mas por que não.: Wink:
O gancho que escolhi com trechos de diálogos, não reflete todo o documentário mas é o que eu prefiro.

Aproveito para corrigir o copiar / colar retirado da transcrição dos diálogos:
"Se quiséssemos mudar algo, não ounem mesmo rir por onde começar, ao contrário dos tempos feudais, quando se via de longe nos palácios as vestes roxas da classe dominante.
Sabíamos aonde ir com os garfos para mudar alguma coisa. As pessoas hoje estão em extrema necessidade de mudança.
Eles não sabem para onde ir com seus garfos "

Não estamos nas soluções (o que me seria caro), mas sempre na observação.

Você hesita em assistir por causa do tempo ou por medo do que pode encontrar lá? :ri muito:
Basicamente a gente já sabe, lembro que a hora é séria: recursos, RCA, economia obsoleta, e o vírus é mais um revelador do que um problema, mesmo que seja mesmo um problema ...
Gostaríamos de uma mudança de sociedade, mas por onde e como começar.
Sem dúvida, ainda é muito cedo para dizer ... : Roll:

Na série "grão de areia" podemos acrescentar

Encontramos o mesmo problema "devemos mudar, esperamos que venha de outros" :ri muito:

Louis, ressuscitador em Marselha, ainda desconhecido há alguns meses, conseguirá mudar o mundo? Boa leitura.

O céu tem tudo filmado é um coletivo de diretores, designers gráficos e entusiastas da imagem.
Por meio de nossas produções, queremos um olhar diferente para a crise que atravessa nossa sociedade.
0 x
Não importa.
Tentaremos as 3 postagens por dia no máximo
eclectron
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2922
Inscrição: 21/06/16, 15:22
x 395

Re: O grão de areia na máquina (econômico) - Arte




pela eclectron » 14/03/21, 10:10

Do meu ponto de vista, o mais interessante começa aqui, à 1h07:
0 x
Não importa.
Tentaremos as 3 postagens por dia no máximo
Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 13244
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 1057

Re: O grão de areia na máquina (econômico) - Arte




pela Janic » 14/03/21, 10:45

Ótima ideia ficar do lado do ponto de vista do vírus na humanidade e não do ponto de vista da humanidade sobre o vírus. Caso contrário, é um bom resumo da situação. E, portanto, atribua a ela esta reflexão bíblica:quem é (você para julgar os outros, você que faz o mesmo! " ou 'você será medido com a medida que você usou " quando a humanidade (pelo menos uma grande parte) quer destruir o que é a base da vida, ela se condena ao mesmo destino!
0 x
"Nós fazemos ciência com fatos, como fazer uma casa com pedras: mas um acúmulo de fatos não é mais uma ciência do que uma pilha de pedras é uma casa" Henri Poincaré

Ahmed
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 10048
Inscrição: 25/02/08, 18:54
Localização: Borgonha
x 1266

Re: O grão de areia na máquina (econômico) - Arte




pela Ahmed » 14/03/21, 12:55

Janic, Você escreve:
... quando a humanidade (pelo menos uma grande parte) quer destruir o que é a base da vida, ela se condena ao mesmo destino!

Agradeço devidamente a restrição expressa entre parênteses. Humanos contemporâneos (pelo menos uma grande parte) se comportam como superpredadores, não em virtude de qualquer necessidade ontológica, mas como hospedeiros de um parasita que sofreu várias mutações na história recente (por 10 anos, aproximadamente). Esses parasitas atuam no comportamento de seus hospedeiros e os levam a ações que lhes são prejudiciais. A última variante até agora é de natureza tecnológica e leva os humanos "desenvolvidos" a destruir sistematicamente a biosfera em benefício da tecnosfera, sendo a primeira condição para sua sobrevivência. A última mutação foi de natureza mais econômica, até que o lado técnico do vírus gradualmente começou a dominar. O desaparecimento do hospedeiro no caso de parasitas "viajantes" (que passam por vários hospedeiros e são aqueles que utilizam manipulações comportamentais) não incomoda de forma alguma os parasitas, visto que o hospedeiro é apenas um meio temporário de atingir seu objetivo final .
Essa teoria não é minha, mas está explicada em um trabalho a ser publicado ...
1 x
"Acima de tudo, não acredite no que estou lhe dizendo."
eclectron
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2922
Inscrição: 21/06/16, 15:22
x 395

Re: O grão de areia na máquina (econômico) - Arte




pela eclectron » 15/03/21, 07:59

Janic escreveu: Caso contrário, é um bom resumo da situação.

Eu também acho que eles fizeram um ótimo trabalho. : Wink:

Janic escreveu: a humanidade (pelo menos uma grande parte) quer destruir o que está na base da vida, condena-se ao mesmo destino!

Na verdade, a humanidade não quer destruir, ela simplesmente está alheia às suas ações, então tudo acontece como se quisesse destruir, de fato. E colocamos perseverança nisso, temos que admitir….

E então, mesmo que os indivíduos estejam cientes da destruição, somos arrastados apesar de nós mesmos pela máquina, mesmo que apenas para nossa sobrevivência, uma vez que a máquina colonizou todos os aspectos da vida.
Difícil abandonar o sistema ...
Dernière édition par eclectron o 15 / 03 / 21, 08: 03, 1 editada uma vez.
0 x
Não importa.
Tentaremos as 3 postagens por dia no máximo
eclectron
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2922
Inscrição: 21/06/16, 15:22
x 395

Re: O grão de areia na máquina (econômico) - Arte




pela eclectron » 15/03/21, 08:02

Ahmed escreveu: Humanos contemporâneos (pelo menos uma grande parte) se comportam como superpredadores, .. como hospedeiros de um parasita

Eu admito, eu deixo ir :ri muito:
Quem é o parasita?
Quem é o hospedeiro?
Quem coloniza quem?
Parece confuso para mim ...
0 x
Não importa.
Tentaremos as 3 postagens por dia no máximo
ABC2019
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 8632
Inscrição: 29/12/19, 11:58
x 402

Re: O grão de areia na máquina (econômico) - Arte




pela ABC2019 » 15/03/21, 08:05

eclectron escreveu:E então, mesmo que os indivíduos estejam cientes da destruição, somos arrastados apesar de nós mesmos pela máquina, mesmo que apenas para nossa sobrevivência, uma vez que a máquina colonizou todos os aspectos da vida.
Difícil abandonar o sistema ...

é verdade que podemos realmente nos questionar sobre os motivos pelos quais tantas pessoas preferem uma sociedade onde tenhamos alimentos em abundância em todos os lugares, onde possamos ser tratados com eficácia em hospitais modernos e bem equipados, estudar até os 25 anos ter empregos pouco cansativos fisicamente e bem remunerados, e parar nos 62, aproveitando o tempo livre para viajar pelo mundo, ao invés de viver como na Idade Média.

É realmente incompreensível.
0 x
Passar por idiota aos olhos de um tolo é um prazer gourmet. (Georges COURTELINE)
eclectron
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2922
Inscrição: 21/06/16, 15:22
x 395

Re: O grão de areia na máquina (econômico) - Arte




pela eclectron » 15/03/21, 08:14

ABC2019 escreveu:
eclectron escreveu:E então, mesmo que os indivíduos estejam cientes da destruição, somos arrastados apesar de nós mesmos pela máquina, mesmo que apenas para nossa sobrevivência, uma vez que a máquina colonizou todos os aspectos da vida.
Difícil abandonar o sistema ...

é verdade que podemos realmente nos questionar sobre os motivos pelos quais tantas pessoas preferem uma sociedade onde tenhamos alimentos em abundância em todos os lugares, onde possamos ser tratados com eficácia em hospitais modernos e bem equipados, estudar até os 25 anos ter empregos pouco cansativos fisicamente e bem remunerados, e parar nos 62, aproveitando o tempo livre para viajar pelo mundo, ao invés de viver como na Idade Média.

É realmente incompreensível.

É muito compreensível que depois de uma vida de criança mimada a quem nada recusou, depois de uma vida de Boomer, a adição do banquete que a Mãe Natureza apresenta seja difícil de aceitar.
Mas que natureza ???? !!!! :ri muito: :ri muito: :ri muito: .......... : Roll:
0 x
Não importa.
Tentaremos as 3 postagens por dia no máximo


Voltar a "Economia e Finanças, a sustentabilidade, o crescimento, o PIB, os sistemas fiscais ecológicos"

Quem está online?

Usuários navegando neste forum : Não há usuários registrados e convidados 6