Mídia e notícias: programas de TV, relatórios, livros, notícias ...Ilha da Reunião: troféu de energia renovável !!

Livros, programas de televisão, filmes, revistas ou música para partilhar, conselheiro para descobrir ... Fale com notícias afectando de forma alguma o econology, ambiente, energia, sociedade, consumo (novas leis ou normas) ...
Avatar de l'utilisateur
jean63
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2332
Inscrição: 15/12/05, 08:50
Localização: Auvergne
x 1

Ilha da Reunião: troféu de energia renovável !!

não lu mensagempela jean63 » 22/03/07, 00:52

Leia ==>

http://www.actu-environnement.com/ae/ne ... _2338.php4


No final, a participação das energias renováveis ​​na produção de eletricidade era de 2006% no final de 40, contra 12% na França continental. A Réunion pretende aumentar esta taxa muito rapidamente. Para fazer isso, ela está em busca de um novo potencial. Por exemplo, está considerando o desenvolvimento de um setor de energia de madeira para a produção de lenha e eletricidade por meio de usinas térmicas. Também planeja desenvolver a produção de bagaço para aumentar seu aproveitamento em usinas e estuda a possibilidade de recuperação de efluentes pecuários.
O encontro também é voltado para energia geotérmica. As explorações começaram e os resultados são bastante positivos: uma área de cerca de 20 km2 a oeste de Piton de la Fournaise poderia ser um reservatório geotérmico interessante. A perfuração profunda está prevista para o início de 2008, a fim de confirmar o potencial geotérmico da área e a viabilidade de exploração industrial.
A energia do swell também foi listada como tendo um potencial interessante próximo à costa da ilha e uma análise das correntes marítimas deve ser lançada em breve.


A Córsega pode inspirar-se nela (Central eléctrica a óleo no Golfo de Ajaccio que deixa o seu rasto amarelado todas as noites na cidade e em todo o Golfo: vista com os meus olhos).
Dernière édition par jean63 o 22 / 03 / 07, 09: 55, 1 editada uma vez.
0 x
Só quando ele trouxe a última árvore, o último rio contaminado, o último peixe capturado que o homem vai perceber que o dinheiro não é comestível (MOHAWK indiana).

Avatar de l'utilisateur
elefante
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6646
Inscrição: 28/07/06, 21:25
Localização: Charleroi, centro do mundo ....
x 6

não lu mensagempela elefante » 22/03/07, 09:40

Reunião é muito boa, esta informação deve ser comparada com as Ilhas Canárias de que falamos ontem

No entanto, vamos manter nossos olhos nos buracos:

em nossas latitudes: França, EUA, Japão, GB, China ...

1) temos produção industrial pesada
2) as casas são caras, o emprego é instável, então vivemos onde podemos
3) você tem que se aquecer
4) pra pagar por tudo isso, muita gente é chamada
circular (representantes, instaladores)
5) os preços são altos e a concorrência acirrada: por exemplo, na indústria da construção, os clientes em Bruxelas usam empresas localizadas mais de 50 km pcq mais baratas
6) em muitos lugares, quase não há transporte público ou é muito escasso e pouco confiável
7) a demanda por desempenho, flexibilidade e urgência é
extremamente alto
0 x
elefante Supremo Honorário éconologue PCQ ..... eu sou muito cauteloso, não é rico o suficiente e com preguiça de realmente salvar o CO2! http://www.caroloo.be
Avatar de l'utilisateur
zac
Pantone pesquisador do motor
Pantone pesquisador do motor
mensagens: 1446
Inscrição: 06/05/05, 20:31
Localização: piton st leu
x 2

não lu mensagempela zac » 22/03/07, 11:06

elefante escreveu:Reunião é muito boa, esta informação deve ser comparada com as Ilhas Canárias de que falamos ontem

No entanto, vamos manter nossos olhos nos buracos:

em nossas latitudes: França, EUA, Japão, GB, China ...

1) temos produção industrial pesada
2) as casas são caras, o emprego é instável, então vivemos onde podemos
3) você tem que se aquecer
4) pra pagar por tudo isso, muita gente é chamada
circular (representantes, instaladores)
5) os preços são altos e a concorrência acirrada: por exemplo, na indústria da construção, os clientes em Bruxelas usam empresas localizadas mais de 50 km pcq mais baratas
6) em muitos lugares, quase não há transporte público ou é muito escasso e pouco confiável
7) a demanda por desempenho, flexibilidade e urgência é
extremamente alto


bem-vindo

além de 1 e mais (construímos ônibus na reunião entre outros) e 3 que devem ser substituídos por refrigeração :P :P .

é o mesmo conosco com estradas de montanha e engarrafamentos.

nossa única chance é o vento alísio que leva a merda para outro lugar; mas a produção de poluição é provavelmente muito mais alta per capita do que na Bélgica.

@+
0 x
Disse que a zebra, Freeman (raça em extinção)
Isto não é porque eu sou con Eu não tento fazer coisas inteligentes.
Avatar de l'utilisateur
elefante
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6646
Inscrição: 28/07/06, 21:25
Localização: Charleroi, centro do mundo ....
x 6

não lu mensagempela elefante » 22/03/07, 13:43

Eu ficaria surpreso se sua fábrica de ônibus poluísse tanto quanto nossas lindas siderúrgicas!

Falei outro dia com meu irmão que trabalha no Benin
(Dahomey), sua conta de luz de ar condicionado
é significativamente menor do que minha conta de aquecimento (calculada em quilowatts, não em dinheiro)
0 x
elefante Supremo Honorário éconologue PCQ ..... eu sou muito cauteloso, não é rico o suficiente e com preguiça de realmente salvar o CO2! http://www.caroloo.be
Avatar de l'utilisateur
zac
Pantone pesquisador do motor
Pantone pesquisador do motor
mensagens: 1446
Inscrição: 06/05/05, 20:31
Localização: piton st leu
x 2

não lu mensagempela zac » 22/03/07, 18:32

bem-vindo

elefante Supremo Honorário éconologue PCQ ..... eu sou muito cauteloso, não é rico o suficiente e com preguiça de realmente salvar o CO2!

bem, se você aquecer até 30 ° e esfriar até 30 ° também, é normal que você coma mais KWA.

tudo é relativo, aqui os ricos comem kwa para ar condicionado e os pobres comem zamal ou rum para dormir. então os ricos poluem :P

você pode se aquecer com convetores em uma casa não isolada ou com um suéter de lã, um edredom e uma manta confortável; o impacto ecológico não é o mesmo :ri muito: :ri muito: :ri muito:

@+

PS: vá para a seção de humor
0 x
Disse que a zebra, Freeman (raça em extinção)

Isto não é porque eu sou con Eu não tento fazer coisas inteligentes.

Avatar de l'utilisateur
jean63
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2332
Inscrição: 15/12/05, 08:50
Localização: Auvergne
x 1

não lu mensagempela jean63 » 23/03/07, 00:41

Tudo é relativo, aqui os ricos comem kwa para o ar condicionado e os pobres têm zamal ou rum para dormir. então os ricos poluem


É o que eu dizia dos "ricos", dos quais faço parte (para agradar o Christophe), mas nunca uso ar condicionado !!!

Economizo toneladas de CO2
.. não devo apertar, caso contrário, peço para zerar meu contador de mensagens :ri muito:
0 x
Só quando ele trouxe a última árvore, o último rio contaminado, o último peixe capturado que o homem vai perceber que o dinheiro não é comestível (MOHAWK indiana).




  • tópicos similares
    Respostas
    Visualizações
    mensagem dernier

Voltar para "Media & News: programas de TV, relatórios, livros, notícias ..."

Quem está online?

Usuários navegando neste forum : Google [Bot] e os hóspedes 9