Ciência e Tecnologiafrio sem perda de energia térmica de origem biológica

Debates científicos gerais. Apresentações de novas tecnologias (não diretamente relacionadas a energias renováveis ​​ou biocombustíveis ou outros temas desenvolvidos em outros subsetores) forums).
Rical
Eu aprendo econológico
Eu aprendo econológico
mensagens: 22
Inscrição: 11/05/11, 10:10

pela Rical » 08/08/14, 19:26

Os pesquisadores continuam estudando transmutações biológicas: https://fr.wikiversity.org/wiki/Recherche:Transmutations_biologiques/Recherches_r%C3%A9centes

Mas cada espécie transmite em seus genes suas próprias transmutações. E não use transmutação a qualquer momento. Aqui estão aqueles já conhecidos e listados: https://fr.wikiversity.org/wiki/Recherche:Transmutations_biologiques/%C3%89tude_des_transmutations_biologiques#Liste_de_transmutations_biologiques_connues

Aplicações recentes dizem respeito à redução da radioatividade no laboratório https://fr.wikiversity.org/wiki/Recherche:Transmutations_biologiques/Recherches_r%C3%A9centes#2007_D.C3.A9sactivation_par_des_micro-organismes_de_l.27isotope_radioactif_Cs_137

e mesmo em campo aberto https://fr.wikiversity.org/wiki/Recherche:Transmutations_biologiques/Recherches_r%C3%A9centes#2011_Le_riz_cultiv.C3.A9_r.C3.A9duit_la_radioactivit.C3.A9

É a limitação da hipertermia que proponho discutir com o objetivo de torná-la uma fonte fria e combiná-la com uma fonte quente (como a do níquel-hidrogênio da ECAT Rossi).

A combinação de fontes de frio e quente em um gerador de eletricidade com perdas internas equilibradas, mas sem perda térmica externa, parece interessante para você? https://fr.wikiversity.org/wiki/Recherche:Transmutations_biologiques/Source_froide

Que dificuldades provavelmente encontraremos? Quais etapas a serem executadas e em que ordem? que resultado podemos esperar se a fonte de frio for biológica (bactérias)?

Que resultados podemos esperar se conseguirmos realizar a reação de sódio em potássio pela técnica LENR?

E se procurarmos vulcões entre bactérias extremofílicas, podemos descobrir outras reações endotérmicas?
0 x

Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 9928
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 417

pela Janic » 08/08/14, 20:15

Nesse caso, um pequeno link para apoiar suas declarações seria bem-vindo!
Porque em termos de demonstração, rigor e especialmente reprodutibilidade, os "experimentos" de Kervran não são de primeira linha ....

Transmutações de baixa energia. Síntese e desenvolvimento. Edição da livraria Maloine
Transmutação biológica
Transmutações naturais
pelas medições, foram realizadas aos milhares com tabelas, relatórios e verificadas e controladas por laboratórios e cientistas citados em seus trabalhos.

Quanto a deficiências ... como dizer? .... Por que então uma má assimilação de nutrientes levaria a uma deficiência se, por transmutação, o corpo pode fabricar os elementos que lhe faltam?
Não é muito lógico o seu raciocínio.

Precisamente essas transmutações são permanentes e não criam distúrbios de deficiência. É quando os mecanismos são distorcidos por idade, doença, desnutrição, etc. que essas deficiências se manifestam.
Infelizmente, esses aspectos são pouco estudados e oficialmente pouco ou não ensinados, exceto na agronomia, setor em que essas observações e medições foram feitas na origem.
Importante, ele especifica que essas transmutações foram notadas apenas no campo da biologia (em seu tempo!)
0 x
Avatar de l'utilisateur
Hic
Grande Econologue
Grande Econologue
mensagens: 995
Inscrição: 04/04/08, 19:50
x 3

pela Hic » 09/08/14, 06:44

Janic escreveu:
Nesse caso, um pequeno link para apoiar suas declarações seria bem-vindo!
Porque em termos de demonstração, rigor e especialmente reprodutibilidade, os "experimentos" de Kervran não são de primeira linha ....

Transmutações de baixa energia. Síntese e desenvolvimento. Edição da livraria Maloine
Transmutação biológica
Transmutações naturais
pelas medições, foram realizadas aos milhares com tabelas, relatórios e verificadas e controladas por laboratórios e cientistas citados em seus trabalhos.

Quanto a deficiências ... como dizer? .... Por que então uma má assimilação de nutrientes levaria a uma deficiência se, por transmutação, o corpo pode fabricar os elementos que lhe faltam?
Não é muito lógico o seu raciocínio.



Como uma experiência perfeitamente reproduzível

temos a "Euplectella aspergillum" que produz vidro em temperatura ambiente e vem trabalhando há alguns milhões de anos : Mrgreen:

O que interrompe toda a metodologia de conversação e laboratório

só podemos ver o inevitável


Este é o exemplo incontestável!


Você não poderá mais atingir o assistente de laboratório com um argumento de vendas insípido!
você vai sentir falta : Mrgreen:
0 x
"Deixe o alimento ser sua medicina e sua medicina seja o teu alimento" Hipócrates
"Tudo tem um preço não tem valor" Nietzche
Tortura for Dummies
Proibir para expressar a ideia de que o campo é de aceleração (magnético e gravitacional)
E você começa a sua patente tortura mental opção carrasco com sucesso
Rical
Eu aprendo econológico
Eu aprendo econológico
mensagens: 22
Inscrição: 11/05/11, 10:10

pela Rical » 09/08/14, 09:39

Hic escreveu:temos a "Euplectella aspergillum" que produz vidro em temperatura ambiente e vem trabalhando há alguns milhões de anos

Sim, e o vidro é feito principalmente de átomos de silício (areia). Mas euplectella produz vidro, usa silício ao seu redor? Ou usa outros tipos de átomos que transmutam em silício? Esse seria então um caso de transmutação biológica. Para saber que seriam necessários estudos meticulosos, como os de Vauquelin, Baranger, Kervran, Visotskii ... por exemplo, em 1959, Kervran mostra que o salitre produz potássio a partir de cálcio e repete o experimento 100 vezes para ser mais https://fr.wikiversity.org/wiki/Recherche:Transmutations_biologiques/Louis_Corentin_Kervran_et_son_%C3%A9poque#1959_Le_salp.C3.AAtre_produit_du_potassium
0 x
Avatar de l'utilisateur
highfly-addict
Grande Econologue
Grande Econologue
mensagens: 757
Inscrição: 05/03/08, 12:07
Localização: Pyrenees, anos 43
x 4

pela highfly-addict » 09/08/14, 09:58

highfly-viciado escreveu:Uh ... o metabolismo específico das espículas talvez seja pouco compreendido (como a maioria dos mecanismos bioquímicos), no entanto, não há dúvida sobre a origem do silício: ele vem da água do mar sob a forma de ácido silícico.

Então, e qualquer transmutação?


Permito-me transmitir esta mensagem, porque Hic parece tê-la ignorado conscientemente.

Além disso, radiolários, diatomáceas, cavalinhas e bambus produzem vidro a baixas temperaturas ... e então ?
0 x
“Deus ri daqueles que deploram os efeitos dos quais valorizam as causas” BOSSUET
"Em ver o que é acredita"Dennis MEADOWS

moinsdewatt
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 4669
Inscrição: 28/09/09, 17:35
Localização: Isére
x 477

pela moinsdewatt » 09/08/14, 14:18

Hic escreveu:
Flytox escreveu:Proposição não menos interessante:

Só vemos o que sabemos (Goethe).


Conceber apenas o que se entende é uma falha importante da "média" do cientista : Mrgreen: (ME).

Harpic, também conhecido como Hic, "A saída para sua abertura"


Por força de abrir demais a mente, o cérebro cai no chão. : Idea:
0 x
achernar
Eu aprendo econológico
Eu aprendo econológico
mensagens: 32
Inscrição: 09/08/14, 14:19

pela achernar » 09/08/14, 14:27

Se posso voltar ao básico, aqui estão duas novas fontes, se bem entendi. Além disso, fontes de energia muito baixas. Mas como são apenas fontes, a máquina térmica que está afixada a ela para converter seu fluxo de calor em eletricidade (por exemplo) estará necessariamente sujeita a um ciclo de Carnot. Então, onde é o mais valioso desse sistema?
0 x
moinsdewatt
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 4669
Inscrição: 28/09/09, 17:35
Localização: Isére
x 477

pela moinsdewatt » 09/08/14, 14:29

Hic escreveu: ......
temos a "Euplectella aspergillum" que produz vidro em temperatura ambiente e vem trabalhando há alguns milhões de anos ....


Obviamente, não é "vidro".
Mas estruturas de silicose, onde a sílica vem da água do mar.

Imagem
Euplectella aspergillum


Pare as aproximações de seu idioma.
0 x
moinsdewatt
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 4669
Inscrição: 28/09/09, 17:35
Localização: Isére
x 477

pela moinsdewatt » 09/08/14, 14:31

Rical escreveu:
Hic escreveu:temos a "Euplectella aspergillum" que produz vidro em temperatura ambiente e vem trabalhando há alguns milhões de anos

Sim, e o vidro é feito principalmente de átomos de silício (areia). Mas euplectella produz vidro, usa silício ao seu redor? Ou usa outros tipos de átomos que transmutam em silício? Esse seria então um caso de transmutação biológica. Para saber que seriam necessários estudos meticulosos, como os de Vauquelin, Baranger, Kervran, Visotskii ... por exemplo, em 1959, Kervran mostra que o salitre produz potássio a partir de cálcio e repete o experimento 100 vezes para ser mais https://fr.wikiversity.org/wiki/Recherche:Transmutations_biologiques/Louis_Corentin_Kervran_et_son_%C3%A9poque#1959_Le_salp.C3.AAtre_produit_du_potassium


Kervran é um fumista. Espero que tenha se decomposto em seu túmulo.
0 x
moinsdewatt
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 4669
Inscrição: 28/09/09, 17:35
Localização: Isére
x 477

pela moinsdewatt » 09/08/14, 14:32

highfly-viciado escreveu:Uh ... o metabolismo específico das espículas talvez seja pouco compreendido (como a maioria dos mecanismos bioquímicos), no entanto, não há dúvida sobre a origem do silício: ele vem da água do mar sob a forma de ácido silícico.

Então, e qualquer transmutação?


Sim, é claro que a sílica vem da água do mar.

Como todas as diatomáceas que sabem como usá-lo.
0 x


 


  • tópicos similares
    Respostas
    Visualizações
    mensagem dernier

Voltar para "Ciência e Tecnologia"

Quem está online?

Usuários navegando neste forum : Não há usuários registrados e convidados 10