Ciência e TecnologiaEtienne Klein: "Engenheiros, francamente, não os ouvimos muito"

Debates científicos gerais. Apresentações de novas tecnologias (não diretamente relacionadas a energias renováveis ​​ou biocombustíveis ou outros temas desenvolvidos em outros subsetores) forums).
Avatar de l'utilisateur
thibr
boa Éconologue!
boa Éconologue!
mensagens: 472
Inscrição: 07/01/18, 09:19
x 142

Etienne Klein: "Engenheiros, francamente, não os ouvimos muito"

pela thibr » 11/11/20, 08:30



Engenheiros, francamente, não os ouvimos muito. Eles são muito numerosos, muito mais numerosos do que os economistas. Eles escrevem muito, lêem muito. Eles escrevem relatórios para suas empresas, mas falam muito pouco na mídia ....

venha Christophe, e os outros : Wink:
2 x

Avatar de l'utilisateur
Christophe
mediador
mediador
mensagens: 55845
Inscrição: 10/02/03, 14:06
Localização: planeta Serre
x 1704

Re: Etienne Klein: "Engenheiros, francamente, não os ouvimos muito"

pela Christophe » 11/11/20, 15:06

Bom assunto, isso me lembra um assunto antigo que falava justamente da baixíssima representatividade das profissões técnicas no legislativo !!
Vou tentar encontrá-lo.

Bem, já aprendi uma palavra: technolâtre! (já não aparece no corretor do meu navegador! :D )

Algumas observações frias:

- Ainda há alguns engenheiros que abrem: Jancovici, Musk ...
sociedade e filosofia / clima-co2-covid-energias-economia-e-crescimento-by-jm-jancovici-le-choc-covid-t16580.html

- Etienne Klein não visita econologia ou não o suficiente : Cheesy:
Porque aqui tem uns que abrem ... até um pouco demais : Roll: :ri muito:

- O site https://www.nosdeputes.fr/ é muito bem feito, além de um arquivo de tudo o que acontece na assembleia, indica um CV e a formação inicial de cada deputado.

Não sei se podemos filtrar MPs por profissão ... mas esse tipo de estatística deve ser encontrado em outro lugar.

Se for anotado "sem profissão" não é uma piada, não é que deputado não seja uma profissão (opa), é simplesmente que ele não tem um diploma inicial ...

Exemplos: https://www.nosdeputes.fr/jean-luc-warsmann

- Eu sou engenheiro, vote em mim! : Cheesy:
0 x
Ce forum ajudou você? Ajude-o também para que ele possa continuar ajudando os outros - VAMOS MELHORAR NOSSAS TROCAS NO FÓRUM - Publicar um artigo sobre Econologia e Google Notícias
Avatar de l'utilisateur
thibr
boa Éconologue!
boa Éconologue!
mensagens: 472
Inscrição: 07/01/18, 09:19
x 142

Re: Etienne Klein: "Engenheiros, francamente, não os ouvimos muito"

pela thibr » 15/11/20, 09:47

mas ouvimos muito aqueles que não sabem nada sobre isso : Mrgreen:


Falar com segurança sobre coisas que não se conhece é ultracrepidarianismo. Explicações com o filósofo e físico Étienne Klein.
1 x
Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 9802
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 371

Re: Etienne Klein: "Engenheiros, francamente, não os ouvimos muito"

pela Janic » 15/11/20, 10:00

mas ouvimos muito aqueles que não sabem nada sobre isso
quem conhece um assunto não precisa falar dele precisamente, entre conhecedores desse ultracrepidarismo característico do ignorante e que queira continuar assim! :?
0 x
"Nós fazemos ciência com fatos, como fazer uma casa com pedras: mas um acúmulo de fatos não é mais uma ciência do que uma pilha de pedras é uma casa" Henri Poincaré
Avatar de l'utilisateur
Exnihiloest
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2408
Inscrição: 21/04/15, 17:57
x 163

Re: Etienne Klein: "Engenheiros, francamente, não os ouvimos muito"

pela Exnihiloest » 15/11/20, 12:05

Thibr escreveu:mas ouvimos muito aqueles que não sabem nada sobre isso : Mrgreen:


Falar com segurança sobre coisas que não se conhece é ultracrepidarianismo. Explicações com o filósofo e físico Étienne Klein.

Étienne Klein está absolutamente certo. Ultracrepidarianismo, palavra preciosa de se conhecer porque resume hoje uma doença geral, que está apodrecendo a sociedade. Por quê ? Porque a partir do momento em que não são mais competências e argumentos racionais que se utilizam para atuar, especialmente na política, mas crenças, desvios de fatos ou conhecimentos, fabricações geradas pela popularização cientista incompreendido, impressões e afetos completamente desconectados das realidades técnicas, entramos na arbitrariedade.
Como áreas significativas onde falamos com ignorância e arbitrariedade, Étienne Klein cita OGM, energia nuclear e, claro, COVID. Quando entramos na arbitrariedade, entramos na ditadura, e podemos ver isso claramente com COVID. Dirigir por aí de carro, entrar em florestas ou praias pouco frequentadas não é um risco para a saúde de ninguém. Mas atualmente é proibido na França. Proibido por quê? Porque nesses lugares, não podemos ser controlados. Ao não nos limitarmos a ações baseadas no conhecimento técnico e científico, entramos em uma ditadura.

Porque há uma consequência do ultracrepidarianismo da qual Étienne Klein não falou. Quando na sociedade se tornou comum ou mesmo normal que todos falem sobre o que não sabem, denunciem fatos que têm bons motivos, "gritem sua raiva" ou gritem sobre tudo e qualquer coisa o que, e para exigir medidas que vão no sentido de sua subjetividade incompetente, as pessoas mais espertas que querem manipulá-lo imitam essa postura conscientemente, principalmente entre eles, os políticos. Na verdade, é sabido na psicologia que um dos melhores meios para comunicar, na verdade para manipular, é o mimetismo. Assim, o incompetente preso em seu Dunning-Kruger vê sua própria postura nos decisores políticos jogando com afetos em nome de uma saúde cujos elementos técnicos são selecionados com parcialidade e aqueles que vão além da saúde são ignorados. Nele se reconhecem e aceitam sem vacilar suas demandas em nome da saúde, como a necessidade de um Ausweis sair de casa.

Infelizmente, não é culpa deles não ouvirmos os engenheiros. Eles se expressam bem, mas técnica e cientificamente. E se popularizarem, é quase pior do que o mal, porque todas as pessoas incompetentes pensam que dominaram o assunto.
Para ouvir engenheiros e técnicas em geral, você mesmo tem que se esforçar muito treinando, analisando, gastando muito tempo estudando assuntos, e isso não está ao alcance de todos. . Normalmente é isso que os tomadores de decisão e seus conselheiros devem fazer: descobrir onde está a habilidade, solicitá-la de quem a possui e basear ações nela.
Estamos longe disso hoje: a incompetência científica e técnica de políticos e tomadores de decisão é tal que muitas vezes nem sabem em quem confiar, e sua perversão é tal que mesmo que tenham visado a competência , eles o manipularão para estabelecer melhor seu exercício de poder. A infantilização e o controle do cidadão hoje por meio da gestão da COVID são típicos desse estado de coisas.
0 x

Avatar de l'utilisateur
Christophe
mediador
mediador
mensagens: 55845
Inscrição: 10/02/03, 14:06
Localização: planeta Serre
x 1704

Re: Etienne Klein: "Engenheiros, francamente, não os ouvimos muito"

pela Christophe » 15/11/20, 12:48

Thibr escreveu:Falar com segurança sobre coisas que não se conhece é ultracrepidarianismo. Explicações com o filósofo e físico Étienne Klein.


ultracrepidarianismo ... waaaw! Outra palavra nova em meu cérebro!

A palavra do ano 2020?



Não são os piores ultracrepidários hoje jornalistas? Quantos deram palestras para cientistas desde o início da cobiçosa crise? Em particular no que diz respeito ao Raoult!

Então podemos aprender um assunto que não conhecíamos. Mas alguns aprendem melhor do que outros.

Se eu olhar para Christophe de um ano atrás, era um bico de crise na biologia e na saúde.

Mas eu aprendi e nunca abri minha boca sem uma base científica erudita, porque as muitas publicações que li desde então e as discussões que fizemos sobre isso forum me treinou bem!

Por exemplo, 1 ano atrás, eu nunca imaginei ser capaz de desenhar uma curva de inibição viral e ainda ... prevenção de poluição na saúde / máscara de vírus covid19-the-Thermal-desinfectant-mask-t16392.html
1 x
Ce forum ajudou você? Ajude-o também para que ele possa continuar ajudando os outros - VAMOS MELHORAR NOSSAS TROCAS NO FÓRUM - Publicar um artigo sobre Econologia e Google Notícias
Avatar de l'utilisateur
Christophe
mediador
mediador
mensagens: 55845
Inscrição: 10/02/03, 14:06
Localização: planeta Serre
x 1704

Re: Etienne Klein: "Engenheiros, francamente, não os ouvimos muito"

pela Christophe » 16/11/20, 17:12

Outro vídeo de "inter" contenção de Klein:

0 x
Ce forum ajudou você? Ajude-o também para que ele possa continuar ajudando os outros - VAMOS MELHORAR NOSSAS TROCAS NO FÓRUM - Publicar um artigo sobre Econologia e Google Notícias
Avatar de l'utilisateur
Exnihiloest
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2408
Inscrição: 21/04/15, 17:57
x 163

Re: Etienne Klein: "Engenheiros, francamente, não os ouvimos muito"

pela Exnihiloest » 16/11/20, 18:22

Excelente intervenção de Klein, distinção judiciosa entre ciência e pesquisa.
Temos incerteza científica para as drogas, mas também para o clima porque o clima não é uma ciência estabelecida, mas um iniciante, a pesquisa é permanente.
0 x
Janic
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 9802
Inscrição: 29/10/10, 13:27
Localização: Borgonha
x 371

Re: Etienne Klein: "Engenheiros, francamente, não os ouvimos muito"

pela Janic » 17/11/20, 12:50

É raro, até excepcional, que concorde com o excmachin, mas aqui concordo totalmente com tudo o que ele disse, até à vírgula!

Étienne Klein está absolutamente certo. Ultracrepidarianismo, palavra preciosa de se saber porque resume hoje uma doença geral, que está apodrecendo a sociedade. Por quê ? Porque a partir do momento em que não são mais as competências e os argumentos racionais que se usam para atuar, principalmente na política, mas as crenças, as divagações dos fatos ou do conhecimento, as fabricações geradas pela popularização cientista incompreendido, impressões e afetos completamente desconectados das realidades técnicas, entramos na arbitrariedade (....)

exceto, obviamente, no que diz respeito aos indivíduos que acredita ter como alvo.
É como quem olha uma paisagem do alto de uma montanha e a compara com a mesma paisagem vista por outra pessoa na planície.
Sem dúvida é o mesmo, mas eles não são semelhantes, o suficiente para duvidar que seja realmente o mesmo. só descer a montanha e subir a planície permite adquirir a convicção de que é a mesma coisa.
Este exemplo é uma comparação entre H e A, obviamente!
0 x
"Nós fazemos ciência com fatos, como fazer uma casa com pedras: mas um acúmulo de fatos não é mais uma ciência do que uma pilha de pedras é uma casa" Henri Poincaré
Avatar de l'utilisateur
Exnihiloest
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2408
Inscrição: 21/04/15, 17:57
x 163

Re: Etienne Klein: "Engenheiros, francamente, não os ouvimos muito"

pela Exnihiloest » 17/11/20, 18:32

Janic escreveu:É raro, até excepcional, que concorde com o excmachin, mas aqui concordo totalmente com tudo o que ele disse, até à vírgula!

Bem, eu também estou completamente em sintonia com o que a jaunice escreve, desde que seja curto (eu apaguei o supérfluo) e não expresse seus próprios discursos, mas retome os pensamentos dos melhores.
0 x


Voltar para "Ciência e Tecnologia"

Quem está online?

Usuários navegando neste forum : Não há usuários registrados e convidados 10