transporte elétrico: carros, bicicletas, transporte público, aviões ...Carros elétricos: um kWh "TIPP" elétrico?

Carros, ônibus, bicicletas, aviões elétricos: todo o transporte elétrico que existe. Conversão, motores e acionamentos elétricos para o transporte ...

Depois de ler minha mensagem, você é a favor ou contra um Elec "TIPP" (somente em eletricidade ligada a transporte, claro) ??

Para
12
63%
Contre
7
37%
 
Total de votos: 19
C moa
Eu postei mensagens 500!
Eu postei mensagens 500!
mensagens: 704
Inscrição: 08/08/08, 09:49
Localização: Argel
x 9

Carros elétricos: um kWh "TIPP" elétrico?

pela C moa » 18/05/09, 10:24

Eu tenho me perguntado essa pergunta há vários dias.

Na verdade, já tive oportunidade de dizer que se a energia não é cara, isso não nos encoraja a ser moderados.
Eu pegaria o exemplo dado em outro post para apoiar esta opinião. Quando o petróleo estava em seu nível mais alto, a milhagem de gás caiu 20% em questão de semanas. Este tempo de reação foi muito curto para pensar que qualquer ação significativa foi realizada em carros, estradas ou qualquer outro elemento técnico. Essa diminuição é de 100% devido ao fator humano. Todos nós reduzimos nossa velocidade, reduzimos ou mesmo eliminamos nossas rotas desnecessárias ou desnecessárias.

Acho que o problema dos veículos elétricos será o mesmo, daí a ideia de um Elec "TIPP" para veículos elétricos.
Hoje o desenvolvimento de veículos está ligado à resolução de problemas técnicos (peso das baterias, tempo de carregamento, autonomia ...) ou financiamento (compra ou aluguer de baterias ??).

Ainda assim, receio que muito rapidamente, assim que esses problemas forem total ou mesmo parcialmente resolvidos, veremos os mesmos "distúrbios de comportamento" dos veículos térmicos, ou seja, sempre mais rápidos, sempre maiores. ..

Apenas dois exemplos para ilustrar esse medo:
- Em primeiro lugar os comentários feitos por Serge Dassault a respeito da cleanova "começa mais rápido que a térmica". Este início "tempestuoso" requer necessariamente um maior consumo que afeta a autonomia e o consumo final ....
- Fetiche de Venturi

Esse temor não se justificaria se por trás não houvesse o problema da produção de eletricidade para o avanço dessas máquinas. Porque, diga-se de passagem e seja qual for o nível de desenvolvimento das turbinas eólicas e de outras usinas fotovoltaicas, mais carros elétricos significam (na França, em particular) mais usinas nucleares, mais usinas térmicas tradicionais ... mais fontes de produção não necessariamente ecológica e ainda menos ecológica.

Pessoalmente, não sou um grande fã de 100% elétrico, prefiro muito o híbrido de série por uma série de razões, mas acho que vários veículos serão, inevitavelmente, 100% elétricos, daí a ideia de criar um Elec. "TIPP"

Criar um Elec "TIPP" limitaria as corridas ao desempenho dos fabricantes e ao entusiasmo dos consumidores. Isso também possibilitaria o desenvolvimento de pesquisas para outras fontes ainda mais ecológicas de viagens ou rotas de reciclagem de veículos elétricos (baterias, capacitores, bobinas, etc.), para financiar prêmios pela substituição ou eliminação de nossos veículos antigos. maxilar harpa ....

Então, a favor ou contra um Elec "TIPP" ???
0 x
É difícil única !!!

Avatar de l'utilisateur
Christophe
mediador
mediador
mensagens: 55907
Inscrição: 10/02/03, 14:06
Localização: planeta Serre
x 1708

pela Christophe » 18/05/09, 10:32

Bom debate: para o resumo laconicamente "quanto menos caro, mais se desperdiça!"

Não tenho absolutamente nenhuma dúvida de que um dia haverá um "Electricity ICT" (para informação: ICT substituiu o TIPP desde o caso HVB) no caso de uma generalização dos veículos elétricos. Atualmente é tolerado porque o mercado é ridículo...ainda quanto é vendido por kWh em terminais elec no Total?

Todo o interesse atual dos VEs é precisamente funcionar com eletricidade zero ... então em algum lugar está trapaceando, é subsidiesime ou melhor, subsidyism reverso.

Nós comparamos uma solução altamente tributada a outra de baixa tributação ... o que significa que a solução de baixa tributação é fiscalmente favorecida. Quanto aos biocombustíveis cujo mercado entrará em colapso quando não for mais o caso ...

Tributar o kWh eletro-rodoviário geralmente quebra o plano de negócios e o "modelo de negócios" de 100% dos projetos de VE ... Siga meu olhar ... mas seus defensores certamente não querem ouvir sobre isso.

Sua mensagem parece dizer respeito apenas ao kWh elétrico rodoviário ... ainda seria necessário saber distinguir o kWh rodoviário do kWh doméstico ... Lembro-me da falha do C3 NGV ...

ps: Eu deixei o título do seu assunto mais "explícito" acho C moa.

representantes: informações interessantes sobre VE https://www.econologie.com/forums/voiture-el ... t7608.html
0 x
Ce forum ajudou você? Ajude-o também para que ele possa continuar ajudando os outros - VAMOS MELHORAR NOSSAS TROCAS NO FÓRUM - Publicar um artigo sobre Econologia e Google Notícias
Avatar de l'utilisateur
elefante
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 6646
Inscrição: 28/07/06, 21:25
Localização: Charleroi, centro do mundo ....
x 6

pela elefante » 18/05/09, 11:11

Sim ! confiemos na inventividade das autoridades fiscais: as autoridades fiscais belgas serão certamente as mais precoces e imaginativas: com efeito, impuseram uma sobretaxa anual aos veículos a gasóleo "para compensar a insuficiência dos impostos especiais de consumo" (da ordem de 125-150 euros / ano para um litro de dois litros, além da taxa anual de 300 euros) : Mrgreen: : Mrgreen: : Mrgreen:
0 x
elefante Supremo Honorário éconologue PCQ ..... eu sou muito cauteloso, não é rico o suficiente e com preguiça de realmente salvar o CO2! http://www.caroloo.be
Avatar de l'utilisateur
Remundo
mediador
mediador
mensagens: 9485
Inscrição: 15/10/07, 16:05
Localização: Clermont Ferrand
x 528

pela Remundo » 18/05/09, 11:12

Ugh ... : Cheesy:

ainda um imposto !!

Você sabe para onde ela irá? Pagando os juros da dívida e infundindo setores inteiros da economia e dos sistemas sociais em déficit crônico ...

Não se preocupe, CMoa, os inteligentes tecnocratas de Bercy já estão pensando no TIET (imposto interno sobre transporte de eletricidade). :P

O suficiente para nos colocar na DIETA (depressão interior no transporte de eletricidade) e aumentar o poder de cuspir, uh ... desculpe comprar, hein? :D
0 x
ImagemImagemImagem
Avatar de l'utilisateur
Did67
mediador
mediador
mensagens: 18563
Inscrição: 20/01/08, 16:34
Localização: Alsácia
x 8073

pela Did67 » 18/05/09, 11:19

Sim, vamos confiar nas autoridades fiscais!

Até porque uma das justificações do TIPP (ou TIC) é pagar as infra-estruturas em que circulam os veículos ...

Os carros elétricos também os "desgastam"!

NB: para carros movidos a gás natural (o kit promovido pela "Citroën" onde uma bomba recarregava o carro do gasoduto da cidade - lançado no C3, mas não teve muito sucesso, creio exceto para algumas frotas cativas), este já é o caso: há submetro no compressor, com re-faturação de gás com TIPP !!!
0 x

C moa
Eu postei mensagens 500!
Eu postei mensagens 500!
mensagens: 704
Inscrição: 08/08/08, 09:49
Localização: Argel
x 9

pela C moa » 18/05/09, 11:40

Minha pergunta não é tanto se esse imposto vai acabar. Como você está convencido porque não é tão complicado colocar um submetro, declarar seu elec km com seus impostos ou não sei que outro dispositivo torcido ....

Minha pergunta é mais, não é desejável afinal ??
Não sou um fã de impostos como a maioria de nós, mas acho que este é mais necessário do que os outros mesmo salvando para o futuro. :?: :?:

Como diz christophe
Christophe escreveu:Tributar o kWh eletro-rodoviário geralmente quebra o plano de negócios e o "modelo de negócios" de 100% dos projetos de VE ... Siga meu olhar ... mas seus defensores certamente não querem ouvir sobre isso.
Portanto, se o imposto impede o desenvolvimento de um carro pequeno como o bluecar ou o de Heuliez é uma pena, mas se evitar o desenvolvimento de 4x4s de duas toneladas incluindo 800 kg de baterias para ter 300 km de autonomia, acho Isso é muito bom porque seja térmico ou elétrico, um bebezão sempre requer mais energia do que um pequeno ....
0 x
É difícil única !!!
Avatar de l'utilisateur
Did67
mediador
mediador
mensagens: 18563
Inscrição: 20/01/08, 16:34
Localização: Alsácia
x 8073

pela Did67 » 18/05/09, 12:08

Você está certo, sua pergunta foi muito mais rica.

1) Todos nós reclamamos dos impostos. Mas todos nós gostaríamos de ser tratados sem demora, de mandar nossos filhos para uma escola dos sonhos, que os ladrões acabam todos na prisão. E a gente nem se pergunta o preço de uma estrada ou de um viaduto ...

Todos estes “serviços” têm um valor de mercado transportado pela comunidade (coloco no mesmo saco, para simplificar: contribuições e impostos, fundos de seguros e governo e outras comunidades) ...

2) Então, para mim, é claro que você precisa de impostos em uma sociedade organizada. Observe que, na média, havia tarefas, uma forma de tributação não monetarizada!

3) Em uma sociedade civilizada, a tributação também tem uma função de redistribuição (a sociedade paga para quem pegar uma peça ...). Esse princípio, extremamente simples, é uma verdadeira complexidade de implementar (e termina com "esses desempregados que não dão a mínima ..." e acaba alimentando a Frente Nacional)

4) Por fim, a tributação diferenciada é um dos instrumentos de que o governo dispõe para conduzir uma política: subsidiamos o que pensamos ser uma solução do futuro (mas hoje ainda é muito caro porque não suficientemente desenvolvido, não produzidos em grandes séries, ...) e tributamos o que julgamos não ser razoável, mas é popular (como 4 x 4, cigarros ...) - muitas vezes vinculado a custos incorridos pela sociedade.

Nesta lógica:

1) Não é estúpido subsidiar o carro elétrico hoje, para "lançá-lo", criar mercado, incentivar os fabricantes a encontrar soluções técnicas ...

2) Não será bobagem, uma vez que a tecnologia já foi desenvolvida, popularizada, os preços baixados, o produto deu certo, taxar esses carros porque desgastam as estradas, como todos os carros ...

3) Seria aconselhável taxar menos do que os grandes 4 x 4 com motores térmicos (e mesmo os híbridos) que geram poluição da qual não arcam com os custos ... Tributação diferencial como parte de uma política a favor de. ..

4) A eletricidade deve ser tributada "normalmente": não há razão para diferenciar o custo social e ecológico da eletricidade usada para iluminar, operar fábricas, etc ... daquele usado para circular. Para mim, faz parte da mesma “agitação” do nosso mundo ... Então se considerarmos que nuclear, etc ... que os combustíveis fósseis emitem CO² mesmo quando produzimos eletricidade, não há não há razão para que seja transportado apenas pelo carro elétrico (com o fundamento de que o motorista está acostumado a ser tributado). Portanto, todos os consumidores de eletricidade devem arcar com esses custos. Assim também para os fãs do PAC, usuários de computador (Google), etc ... Não há razão para pagarem menos. E todos terão interesse em isolar a sua casa, usando lâmpadas economizadoras de energia (ainda "pouco" lucrativas hoje)!

Este é rapidamente o meu ponto de vista, que se relaciona com uma longa discussão que também tive com Christophe sobre o assunto da energia fotovoltaica.

Reconheço que, em princípio, é ultra simples. A realidade é infinitamente mais complexa. Como podemos avaliar coletivamente que solução futura promover quando é difícil confiar nos políticos que, em princípio, tomam essas decisões por nós? E aí vai esquentar !!!!
0 x
Avatar de l'utilisateur
Lietseu
especialista Econologue
especialista Econologue
mensagens: 2327
Inscrição: 06/04/07, 06:33
Localização: Antuérpia na Bélgica, Skype lietseu1
x 3

pela Lietseu » 18/05/09, 14:52

Christophe nos diz:
Bom debate: para o resumo laconicamente "quanto menos caro, mais se desperdiça!"


Isso levanta outra questão: somos todos tão "estúpidos" ou "indisciplinados" ou mesmo "irresponsáveis" que ainda e sempre precisamos de um "gendarme" que zela por nossas ações?

Afinal, é Christophe quem melhor resume a história e eu gosto de um bom gato, venho ronronar para ler vocês, senhores!

Estou, portanto, fazendo uma pergunta subsidiária que surge de minhas observações ... quanto tempo mais até "o verdadeiro homo sapiens"?

Como diria JPCoffe, "ESTÁ CANSADO DE TODOS OS SEUS FILHOS"

Meow!
0 x
Ao remover a natureza humana, ele estava longe de sua natureza! Lietseu
"O poder do amor deve ser mais forte do que o amor ao poder" contemporânea Lie Tseu?
Vê-se claramente apenas com o coração, o essencial é invisível para os olhos ...
Avatar de l'utilisateur
Did67
mediador
mediador
mensagens: 18563
Inscrição: 20/01/08, 16:34
Localização: Alsácia
x 8073

pela Did67 » 18/05/09, 15:09

Lietseu escreveu:Isso levanta outra questão: somos todos tão "estúpidos" ou "indisciplinados" ou mesmo "irresponsáveis" que ainda e sempre precisamos de um "gendarme" que zela por nossas ações?


Não "todos": a "maioria" ou mesmo "um grande número" e isso basta!

O que você diz também é verdade, mas o mundo perfeito, só com homens perfeitos, pessoalmente, não acredito. Mais; Bem não.

E se alguma vez eu estiver errado, vamos começar com guerras, violência doméstica, ladrões e estupradores, etc ... Eu paro.

E eu quero cuidar da tributação dos carros elétricos.

Pra meditar, uma historinha, que gosto muito ...

É Brezhnew, que caminha nas profundezas da URSS ... Em uma estepe perdida, ele vê um pastor solitário e pede ao motorista que pare. Ele abre a discussão:

- Olá, você me reconhece?
- ????
- Mas se ! Eu sou o camarada Brezhnew, 1º secretário do Partido Comunista ... Estou ao seu serviço ... Se você tiver uma pergunta ...
- ????

(Estou encurtando um pouco, farto de digitar!)

Brezhnew começa a sair, o pastor o lembra:

- Sim, há uma pergunta que sempre me fiz ...
- Ah sim, não hesite, camarada!
- bem aqui está: comunismo, foi inventado por literários ou cientistas ???
- Por literatos, camarada! E Brejnew para citar Marx, Lenine, Engels ... para desdobrar seus escritos, suas carreiras, etc ...
- Bem, foi o que pensei !!!
- ?????
- Se fossem cientistas, eles teriam experimentado ratos primeiro, me parece!
0 x
Avatar de l'utilisateur
Christophe
mediador
mediador
mensagens: 55907
Inscrição: 10/02/03, 14:06
Localização: planeta Serre
x 1708

pela Christophe » 18/05/09, 15:25

Hihihih fez ...

Não há um problema ... educação ... (nacional incluído)?

Isso não é um ataque pessoal a Remundo e Did67 claro, mas uma acusação de quem decide sobre os programas escolares e, portanto, sobre o futuro "mental" das gerações futuras?

Se o aspecto "meio ambiente" evoluiu muito desde que eu fui (estou falando do ensino fundamental e médio) desde então era amendoim ...Eu realmente me pergunto o interesse que há em ver 2 ou 3 vezes a história da Revolução Francesa enquanto não há estritamente nenhum curso sobre por exemplo o fato de evitar golpes, sobre os primeiros socorros (ações básicas), sobre segurança básica em casa, sobre poluição básica (embora isso possa ter mudado) ... etc etc ... Nada (ou quase) nos debates de assuntos atuais ... nenhuma política na escola, supostamente?

Acho que em algum lugar os programas escolares atendem a uma necessidade "política" ... e que o nível de educação nacional caiu alegremente durante os últimos 20-30 anos ...

Redução de nível resultante, em particular, da pipolítica de "classe sem nível" (porque a priori não somos mais estúpidos do que as gerações de nossos pais se ???) ...

Digo pipolítico porque é obviamente muito errado: nenhuma classe tem o mesmo nível! Começando pela seleção social da geografia (não me farão acreditar que o nível é o mesmo em um colégio da ZEP / ZUP e em um dos belos bairros parisienses ou outra grande cidade) ...

Além disso, o que é essa política quase comunista? Isso vem de Mitterand? : Cheesy: ? Por que não ter uma classe de nível nas classes mais baixas, quando depois é exatamente o oposto? A gente “elege” as turmas ao longo dos anos do curso ... Ah, talvez porque educação rima com seleção, mas você tem que fazer mais quando é muito novo?

Bem, tudo isso está longe das TIC em eletricidade. Remundo você tem textos oficiais no TIET?
0 x
Ce forum ajudou você? Ajude-o também para que ele possa continuar ajudando os outros - VAMOS MELHORAR NOSSAS TROCAS NO FÓRUM - Publicar um artigo sobre Econologia e Google Notícias


 


  • tópicos similares
    Respostas
    Visualizações
    mensagem dernier

Voltar ao "transporte de carga: carros, bicicletas, transporte público, aviões ..."

Quem está online?

Usuários navegando neste forum : Não há usuários registrados e convidados 9