Hungria passa biomassa


Compartilhe esse artigo com seus amigos:

A usina de Pécs, no sul da Hungria, é phasing out carvão, extremamente perigoso, a favor de madeira. Desde agosto de 2004, um dos quatro caldeiras da planta é abastecida com madeira, outros ainda queima de gás e carvão. A caldeira de madeira é uma unidade de cogeração que aquece muito desta cidade de habitantes 170.000, fornece vapor para 22 grandes empresas e fornece energia elétrica 50 180 megawatts na planta. A caldeira de carvão deve ser parada permanentemente na primavera. O ganho na qualidade das descargas na atmosfera será muito importante. Além disso, esta conversão também atende a necessidade de encontrar novas fontes de energia, num momento em que as minas locais perto. Mas a biomassa não significa necessariamente o fim das ameaças ao meio ambiente. Uma caldeira queima muito e os ecologistas locais se preocupam com as florestas húngaras. A solução seria plantar árvores em terras não desenvolvidas desde que a União Européia restrinja a produção agrícola de seus membros. Ou para queimar um cereal, Elymus elongata, desenvolvido por um instituto de pesquisa húngaro.

Lançamento, 08 Janeiro 2005 (resumo) Antoine Blouet http://www.enviro2b.com/

comentários do Facebook

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *