O Irã se apega a seu direito nuclear

As manobras militares do "Grande Profeta" continuam no Irã com o teste de um novo torpedo na segunda-feira. Os "inimigos" são avisados.

O ministro das Relações Exteriores do Irã, Manouchehr Mottaki, anunciou na terça-feira 4 de abril que seu país pretende continuar suas atividades nucleares, rejeitando assim um apelo lançado pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas.

"A República Islâmica iniciou suas atividades pacíficas para alcançar seu direito natural de acordo com o NPT (Tratado de Não Proliferação), e essas atividades continuarão sob o controle da" Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) ", disse Manouchehr Mottaki em entrevista coletiva.

Em 29 de março, a ONU pediu a Teerã que suspendesse certas atividades nucleares dentro de 30 dias, em particular o enriquecimento de urânio. No entanto, este recurso não foi acompanhado de qualquer ameaça de sanções.

Leia mais

Leia também:  Injeção de água no Messerschmitt

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *