As plantas não resolverão o efeito estufa

Parece que a capacidade das plantas de neutralizar o efeito estufa foi superestimada. Ao contrário, a pesquisa sugere que as mudanças nas condições atmosféricas têm um efeito mais prejudicial sobre as plantas do que se pensava. Pesquisa na Universidade McGill mostra que o aumento dos níveis de CO2 diminui o crescimento de algas. Realizada pelo biólogo Graham Bell, a pesquisa se baseia na resposta de algas a altas concentrações de dióxido de carbono. Os resultados mostram que as algas podem não se adaptar a condições de altos níveis de CO2.

De acordo com Bell, essa descoberta se aplica a outras espécies de plantas. Isso refuta a suposição de que as plantas podem usar o excesso de CO2 do meio ambiente. No próximo século, é provável que vejamos mudanças dramáticas em todas as plantas (incluindo espécies agrícolas) à medida que o uso de óleo aumenta e gera níveis cada vez maiores de CO2.

Leia também:  Um plástico que capta energia solar?

Contatos:
- Sinead Collins, University Relations Office (URO) - McGill University - tel: +1 514 398 6459
- Christine Zeindler, oficial de comunicações - University Relations Office - tel: +1 514 398 6754

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *