A IGAS iria "terminar" Cyclamed


Compartilhe esse artigo com seus amigos:

Um relatório da Igas (Inspecção Geral dos Assuntos Sociais) ao Ministro da Saúde recomenda "acabar" com o Cyclamed, o mecanismo de recolha de medicamentos não utilizados e resíduos de embalagens de medicamentos. O ministro, Philippe Douste-Blazy, quer mudar o sistema, mas não o remove. Os Igas foram apreendidos pelo ministro em setembro 2004, após a descoberta do tráfico de drogas recuperado pelos farmacêuticos. As queixas 21 foram arquivadas após este relatório, mas o futuro do dispositivo não está em questão. Ainda assim, o relatório "Cyclamed Drug Recycling Facility Investigation" é duro. Ele critica primeiro o "mau registro ambiental": sem questionar a conveniência de um sistema de coleta específico (que limita o enterro de drogas em aterros cujos riscos são pouco compreendidos), ele observa que apenas o 11,6 % dos pacotes de medicamentos são coletados e 10 para 30% de medicamentos não utilizados (MNU). Além disso, o propósito humanitário do dispositivo "não precisa mais ser", as principais associações humanitárias (Cruz Vermelha, Médicos Sem Fronteiras, Médicos do Mundo ...) não querem mais usar o MNU. Na verdade, eles estão desatualizados ou inadequados para as necessidades, ou mal embalados. A tonelagem de MNU distribuídas foi dividida por três em oito anos, ou seja, 510 toneladas em 3.211 recuperadas em 2003.

Fonte: www.enviro2b.com

comentários do Facebook

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *