Mundo: Sarkozy, o óleo não liberal.


Compartilhe esse artigo com seus amigos:

"O vôo dos campos é talvez uma chance. Ele lembra que os hidrocarbonetos não são inesgotáveis, que será necessário que o mundo aprenda a dispensar petróleo em uma data não muito distante, em meados do século, e que, nessa época, ele terá que se acostumar para um óleo caro. Nessa perspectiva, o clientelismo míope do governo parece não apenas irrisório, mas também contraproducente. "

Para ler o artigo completo: Petróleo e Sarkozy


comentários do Facebook

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *