Portugal explode novamente

Portugal sofreu uma das secas mais severas em décadas.

Mais de 200 bombeiros portugueses e um único helicóptero bombardeiro de água lutaram contra um grande incêndio florestal na terça-feira, que eclodiu na véspera perto da cidade de Alhada (centro).

O incêndio, de origem indeterminada, resultou no encerramento temporário da autoestrada vizinha e muitos moradores trabalhavam para regar os arredores das suas casas para se protegerem da propagação das chamas, segundo imagens da televisão pública portuguesa. RTP.

Dois terços do território sujeito a seca

“É um inferno, há faíscas caindo por toda parte”, disse um morador ao canal. Alhada está localizada 200 km ao norte da capital.

Portugal está enfrentando a seca mais severa nos últimos sessenta anos, com quase 68% do território em estado de seca severa ou extrema.

Todo o território português é afetado, mas mais particularmente as regiões meridionais do Alentejo e Algarve.

Leia também:  A tecnologia é apenas um dos meios ...

Alerta meteorológico

A previsão do tempo emitiu um alerta de calor para oito regiões (de 18) onde a temperatura pode aproximar-se dos 40 graus Celsius nos próximos dias: Évora, Beja, Castelo Branco, Lisboa, Portalegre, Setúbal, Santarém e Viana do Castelo.

O sistema de alerta português foi instalado após a onda de calor que atingiu a Europa em 2003 e causou a morte de cerca de 2.000 pessoas em Portugal.

Fonte: TSR

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *