Washington processou por piorar o aquecimento global

Um juiz federal de São Francisco autorizou em agosto a 24 uma coalizão de organizações ambientais e cidades americanas para registrar uma queixa contra o governo dos EUA. Os queixosos - as ONGs Greenpeace e Friends of the Earth, bem como as quatro cidades de Oakland, Santa Mônica, Arcata (Califórnia) e Boulder (Colorado) - criticam duas agências federais de desenvolvimento americanas - Overseas Private Investment Corp. e Banco de Exportação e Importação - financiamento de projetos estrangeiros de petróleo e gás que afetam negativamente as mudanças climáticas.

"É a primeira vez nos Estados Unidos que a justiça permite que os cidadãos arquivem uma queixa pelos danos causados ​​por projetos industriais que contribuiriam para o aquecimento global", observa o San Francisco Chronicle. A denúncia, apresentada no 2002, solicita que as agências infratoras, cujos diretores sejam nomeados pelo presidente americano, "financiem projetos de desenvolvimento de energia alternativa que sejam mais respeitadores do meio ambiente que os combustíveis fósseis", informa o diário.

Leia também: L'Usine Nouvelle: Quando a ecologia rima com demagogia

De acordo com a denúncia, "o financiamento de projetos de petróleo e gás, incluindo usinas, campos de petróleo, oleodutos e gasodutos, atingiu o valor de 32 bilhões de dólares em dez anos. Esses projetos são a fonte de mais de 2,1 bilhões de toneladas de emissões de dióxido de carbono e metano a cada ano, ou cerca de 8% do total mundial e quase um terço das emissões americanas. "

fonte

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *