Lâmpadas econômicas, campo eletromagnético mínimo

Um estudo realizado pela Mobile Communication Research Foundation em nome do Escritório Federal de Energia (OFEN) e do Escritório Federal de Saúde Pública (OFSP) mostra que a radiação eletromagnética de lâmpadas econômicas está localizada no mesma ordem de magnitude que a radiação das lâmpadas incandescentes tradicionais.

Os resultados não sugerem que o uso de lâmpadas economizadoras possa prejudicar a saúde. Por outro lado, essas lâmpadas contribuem significativamente para a economia de energia. Empregados de forma substancial em vez de lâmpadas incandescentes e halógenas, eles economizam cerca de 1800 GWh, ou 3% do consumo de eletricidade suíço.

Contatos:
- Escritório Federal de Energia (OFEN) -
http://www.suisse-energie.ch
- Gregor Durrenberger - Fundação de Pesquisa em Comunicação Móvel - tel
: + 41 1 632 28 15
- Georg Klaus - Maxwave AG - tel .: +41 43 299 70 07
- Felix Frey - Office federal de l'energie - tel: +41 31 322 56 44
- Beatrix Kuttel - Serviço Federal de Saúde Pública - tel: +41 31 322 95
05
Fontes: Comunicado de imprensa do Escritório Federal de Energia (OFEN),
2/12/2004 "Lâmpadas economizadoras de energia: campo eletromagnético mínimo",
http://www.suisse-energie.ch

Leia também:  Engenheiros químicos desenvolvem aditivos ecológicos para combustíveis

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *