A montagem Wendelstein 7-X foi iniciada

Depois de muitos anos de cálculos, preparação e fabricação de componentes, o projeto Wendelstein 7-X entra agora em uma nova fase: na filial Greifswald do Instituto Max Planck de Física de Plasma (IPP - Institut fur Plasmaphysik ), a montagem da planta de fusão foi iniciada.

Enquanto a fabricação industrial ainda está em andamento, a montagem da grande instalação foi iniciada com o rosqueamento da primeira bobina magnética no vaso de plasma. A construção da instalação levará aproximadamente 6 anos.

O objetivo da pesquisa em fusão é conseguir reproduzir os fenômenos existentes no sol e que possibilitam a obtenção de energia pela fusão dos núcleos dos átomos. Para acender esse fogo de fusão, um plasma de hidrogênio deve ser confinado em campos magnéticos e levado a temperaturas de mais de 100 milhões de graus Celsius. O Wendelstein 7-X será, quando concluído, a maior instalação de fusão do tipo Stellarator do mundo. Seu objetivo será analisar a adequação de usinas desse tipo à fusão nuclear.

Leia também:  Desmatamento e efeito estufa

Contatos:
- internet: http://www.ipp.mpg.de
Fontes: Depeche idw, comunicado à imprensa IPP, 19/04/2005
Editor: Nicolas Condette, nicolas.condette@diplomatie.gouv.fr

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *