Os Estados Unidos se recusam a se comprometer com o pós-Kyoto

Despertando a ira dos ambientalistas, os Estados Unidos rejeitaram terça-feira, 28 de novembro, em Montreal, as iniciativas da comunidade internacional para acompanhar o protocolo de Kyoto sobre a redução das emissões de gases de efeito estufa.

Reunidos na metrópole de Quebec até 9 de dezembro como parte da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas, cerca de 10 delegados e membros de ONGs ambientais discutem o seguimento a ser dado ao Protocolo de Kyoto, que expirará em 000 .

"Os Estados Unidos se opõem a todas essas discussões", disse Harlan Watson, chefe da delegação americana, durante uma coletiva de imprensa, reafirmando a posição de seu país. Ele esclareceu que os americanos não queriam uma abordagem que incluísse "metas" e um "cronograma" para reduzir as emissões de gases de efeito estufa.

Leia mais

Nota econômica: quando será lançado o “imposto de Kyoto”? Penalizaria a importação de produtos de países poluentes “não-Kyoto” para países menos poluentes “Kyoto”, cuja competitividade das grandes empresas é necessariamente prejudicada pelo protocolo.

Leia também:  Dois artigos sobre o processo Pantone

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *