O retorno da massa em falta regulares

Nos últimos anos, os astrônomos aprenderam a entender melhor a composição do nosso Universo: 70% de energia escura, 25% de matéria escura (ambas igualmente misteriosas) e cerca de 5% de matéria comum.

De acordo com o modelo cosmológico padrão, o número total de partículas elementares que formam essa matéria comum (barions como prótons e nêutrons) permanece constante desde
Big Bang. No entanto, os bárions detectados em nosso universo próximo são metade do número daqueles do universo do Big Bang. Para explicar a metade que falta, a teoria prevê, portanto, a existência do que é chamado WHIM (Meio Intergalático Quente-Quente), uma rede intergaláctica de gases quentes e difusos. Trabalho contínuo publicado há dois anos por quatro equipes de astrônomos, Fabrizio Nicastro, do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian, e seus colegas estudaram o espectro de absorção do quasar Markarian 421, usando dados do Observatório Raio X Chandra e observações de emissões no ultravioleta. Eles têm
assim, descobriu a presença de íons (carbono, nitrogênio, oxigênio e néon) em duas nuvens de gás aquecidas a quase um milhão de graus Celsius atravessadas pelo quasar. Extrapolando para todo o universo o tamanho desses representantes do WHIM localizados a 150 e 370 milhões de anos-luz da Terra, os cientistas conseguiram estimar com precisão a densidade de bárions contidos nesse tipo de meio .

Leia também: turbinas eólicas rentáveis ​​com seus geradores

E essa estimativa corresponde à massa que falta. Novos instrumentos, sem dúvida, serão necessários para finalizar esta pesquisa. Foi planejado instalar um espectrógrafo no Hubble
mas o futuro incerto do telescópio agora compromete esse projeto.

NYT 08 / 02 / 05 (Recuperando Atoms Perdidas de cosmos)
http://www.nytimes.com/2005/02/08/science/space/08mass.html
http://chandra.harvard.edu/press/05_releases/press_020205.html
http://web.mit.edu/newsoffice/2002/hotgas-0814.html

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *