Florida espera Jeanne

MIAMI (Reuters) - Várias centenas de milhares de pessoas que vivem na costa leste da Flórida foram obrigadas a deixar suas casas antes da chegada da tempestade Jeanne.

A depressão, que devastou o Haiti no fim de semana passado, é esperada durante a noite de sábado a domingo na costa da Flórida, que está prestes a sofrer sua quarta grande tempestade desde o início da temporada de furacões.

Às 03h GMT, o centro da tempestade Jeanne estava localizado 00 quilômetros a leste da Ilha Grand Abaco, nas Bahamas, e se movia para oeste a cerca de vinte quilômetros por hora.

Jeanne, que se tornou um furacão após sua passagem pelo Haiti, deixou quase 1.200 mortos e o maior número de desaparecidos neste país, o mais pobre da América.

De acordo com os meteorologistas, Jeanne deve ganhar força e passar da segunda para a terceira categoria na escala Saffir-Simpson antes de chegar à costa americana.

Leia também:  Reino Unido e Suécia estão no caminho para cumprir as metas do Protocolo de Kyoto

A Flórida, onde vivem 17 milhões de habitantes, ainda sofre com a passagem dos furacões Charley, Frances e Ivan, cujos danos materiais são calculados na casa dos bilhões de dólares.

De acordo com o National Hurricane Center, este estado do sul dos Estados Unidos nunca experimentou quatro episódios desse tipo em uma única temporada desde a introdução de um sistema de registro do tempo em 1851.

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *