Os Estados Unidos domina a produção de OGM

Não é uma surpresa, os americanos continuam sendo os primeiros produtores de organismos geneticamente modificados (OGM). De acordo com o relatório de um pesquisador da Universidade de Minnesota, realizado em nome do Biotechnology Information Council (Washington DC), uma associação ligada à indústria, 67,5 milhões de hectares foram dedicados a OGM em todo o mundo em 2003-2004, representando um mercado total de US $ 43,9 bilhões. Atualmente, dezoito países cultivam plantas transgênicas (principalmente soja, milho, algodão e colza), mas cinco deles dominam o setor: é claro os Estados Unidos (que representam 63% das áreas OGM exploradas) , Argentina (21%), Canadá (6%), depois Brasil e China (4%). A posição dominante americana é ainda reforçada pelo número e diversidade de plantas modificadas autorizadas para cultivo, ou seja, 14 até o momento (incluindo melão, arroz, beterraba, tabaco, tomate, etc.).

Leia também: Uma rede da Internet para o meio ambiente

LAT 08/12/04 (Culturas biotecnológicas anunciadas em alta no mundo)
http://www.latimes.com/

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com *